Obras de revitalização do Centro de Educação Ambiental são finalizadas

O Centro de Educação Ambiental em Guarapuava valoriza a riqueza ambiental local e o olhar atento à sustentabilidade. Reforma custou R$ 600 mil

O Centro de Educação Ambiental, no Parque das Araucárias, está de cara nova. Valorizando a riqueza ambiental local e o olhar atento à sustentabilidade, a administração municipal gastou mais de R$ 600 mil na reforma do espaço que, em breve, será novamente um ambiente de encontro e disseminação de estudos, discussões e projetos ambientais no município.

O prefeito de Guarapuava, Cesar Filho, destacou que o local tem grande importância local. “É nele que diversos projetos futuros de olhar sensível ao meio ambiente são iniciados, onde vemos a inovação alinhada com a sustentabilidade, a cultura, a consciência ambiental. Nossos jovens têm aqui um espaço de promoção de ideias, de educação e transformação ambiental, que agora tem uma estrutura ainda melhor”.

Reforma no Centro de Educação Ambiental custou R$ 600 mil (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

AS OBRAS

O secretário de Meio Ambiente, Celso Araújo explicou que nos seis meses de execução da obras, os serviços contaram com aplicação de tratamento na madeira, reforma total do mezanino, aplicação de verniz. Além da reforma da guarita, troca completa da estrutura de cobertura, reforma das instalações elétricas, adequação dos banheiros e execução do passeio.

Estamos entregando um espaço de qualidade, completamente restaurado e que está pronto para receber estudantes, jovens pesquisadores e a comunidade novamente.

O Centro existe desde 1997 em Guarapuava (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

O CENTRO

O Centro de Educação Ambiental integra a área do Parque das Araucárias desde 1997 e oferece diversas atividades para a comunidade. Assim, no espaço, são desenvolvidas oficinas voltadas à sustentabilidade e ocorre a elaboração de objetos como puff e papel, a partir de material reciclável.

Além disso, a conclusão da reforma vai possibilitar a retomada de projetos como o Cine Ambiental, que abre espaço para discussões sobre filmes com tema ambiental. Além das oficinas e projetos, o local também é um espaço para reuniões e palestras.

O Parque Natural Municipal das Araucárias, entretanto, é um espaço de pesquisa aberto ao público. Por isso, escolas e universidades da rede pública e privada, podem agendar visitas ao local e escolas da rede municipal contam com transporte gratuito para visitar o espaço.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

LUTO

Morre aos 88 anos em Guarapuava, o médico Ubirajara Azevedo

NOVOS CASOS

Saúde confirma dois novos casos de covid-19 em Guarapuava

CALORÃO EM GUARAPUAVA

Altas temperaturas marcam o 1º fim de semana da Primavera

Comentários