Obras no aeroporto de Guarapuava chegam a 98% de conclusão

Estimativa é do engenheiro responsável pela obra, Halmuth Brandtner. Voos, entretanto, devem começar apenas em 2019

O novo terminal tem uma área de 980m² (Foto: Anderson Zacalusni/Secom)

As obras no Aeroporto Tancredo Tomas de Farias, em Guarapuava, estão cada vez mais próximas da conclusão. De acordo com o engenheiro Halmuth Brandtner, da Prefeitura de Guarapuava, os serviços estão 98% concluídos.  A previsão de entrega da obra é para o final deste ano.

Contando com contratempos, a gente estima que as obras não irão passar de dezembro.

Engenheiro civil responsável pela obra, Halmuth Brandtner (Foto: Matheus Buongermino/RSN)

De acordo com o engenheiro, atualmente, duas situações em paralelo ocorrem para a conclusão de adequação do aeroporto. A primeira delas é a liberação da Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicação Aeronáutica (EPTA). Para a instalação desta estação, é necessária uma liberação de aditivo no contrato por parte da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL).

“Estamos aguardando que a Secretaria assine o aditivo para a conclusão, que é o que vai, junto de uma contrapartida da prefeitura, liberar o recurso para EPTA”. Em maio deste ano, o prefeito Cesar Silvestri Filho explicou, em coletiva, que a instalação da estação foi uma exigência da Azul Linhas Aéreas, primeira empresa que irá operar em Guarapuava. O tipo de navegação é necessária para que a companhia tenha a segurança que os voos no município vão poder manter o nível máximo de confiabilidade.

Com capacidade para 70 passageiros, a aeronave que irá operar no município será do modelo ATR 72 (Foto: Divulgação/Azul)

DETALHES

A segunda situação que está pendente para a conclusão do aeroporto de Guarapuava é referente ao estacionamento e pintura do pátio de manobras.

“No estacionamento, falta pouca coisa. Já está com a topografia e nível correto, já terminaram drenagem e outros detalhes”. A previsão é que o estacionamento esteja concluído até semana que vem.

Um dos poucos locais que não sofreu alteração com as obras foi a pista de decolagem, que tem 1437 metros. Ela já cumpria os requisitos pré-estabelecidos pela ANAC (Foto: Anderson Zacalusni)

Ainda de acordo com Brandtner, o aeroporto já está recebendo o mobiliário necessário.

“Já foi instalado o equipamento de som, mesas, balcão do check-in, informações, cadeiras de espera, enfim. Quase tudo pronto”.

(Foto: Adriano Volkweis)

Quando a obra for concluída, a Prefeitura de Guarapuava entrará com o pedido de homologação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Esta homologação, que liberará os voos no aeroporto, pode demorar até 120 dias.

“Daí foge do nosso controle. Eles podem vir em 15 dias, assim como podem vir em 120. Teremos que aguardar”.

Relacionadas

DE 'DAR ÁGUA NA BOCA'

Como já é tradição, hoje (26) tem pastel da Catedral em Guarapuava

NOVA 'EXPLOSÃO'

'Explosão da covid-19': Guarapuava confirma 110 casos e a 30ª morte

NÃO ACABOU

5ª Regional perde posto de menor índice de contaminação do PR

Comentários