Oficina proporcionará troca de saberes sobre ativismo feminista, em Guarapuava

O curso acontecerá nesta terça (4), na Unicentro

Marcando a reta final da campanha dos 16 dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, a oficina intitulada “Ativismo Feminista” pretende compartilhar experiências sobre as possibilidades de atuação em movimentos sociais voltados aos direitos femininos.

A oficina é uma ação conjunta entre a Marcha Mundial de Mulheres – Núcleo Guarapuava, Movimento de Mulheres da Primavera e o Coletivo Feminista Cláudia da Silva, com o apoio da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres.

A representante da Marcha Mundial de Mulheres em Guarapuava, Mari Malheiros, acredita que atualmente muitas pessoas têm contato com ideais feministas mas não sabem de que forma podem participar mais ativamente na luta de uma sociedade mais igualitária sob a perspectiva do gênero.

Representante da Marcha Mundial das Mulheres em Guarapuava, Mari Malheiros, na cerimônia de abertura dos 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência de Gênero, que aconteceu no dia 20 de novembro (Foto: Secom)

“A proposta da oficina é apresentar práticas para que as mulheres visualizem melhor os espaços onde podem atuar, como o ativismo digital, batucadas e a organização de atos e projetos para o fortalecimento de mulheres vítimas de violência”, antecipa Mari.

O curso acontecerá nesta terça (4), no Miniauditório da Unicentro, das 19h às 21h30, e as inscrições serão gratuitas e realizadas na hora. A programação é aberta a toda a comunidade guarapuavana. Para encerrar a atividade, haverá um lanche compartilhado entre as participantes.

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

Guarapuava registra 92 novos casos de covid-19 e governador faz apelo

ADOTE E FAÇA O BEM

Crianças enviam cartinhas emocionantes para Papai Noel dos Correios

CUIDADO COM O TROTE

Pinhão alerta sobre trotes utilizando o nome da Unidade Sentinela

Comentários