Os 130 anos da abolição e as políticas públicas estão em debate na Unicentro

XV Encontro do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial do Paraná segue até este sábado (11)

Público no Fórum (Foto: Divulgação)

Continua nesta sexta feira (10), em Guarapuava, o XV Encontro do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial do Paraná, evento que está sendo sediado pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), desde essa quinta (9). As atividades do Fórum continuam neste sábado (11). A programação prevê 15 oficinas com abordagens diversas relacionadas às questões de educação e inclusão do povo negro. Os trabalhos serão ministrados por especialistas, pesquisadores e ativistas do movimento negro.

Realizado pela Secretaria de Estado da Educação, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultural, Associação Cultural de Negritude e Ação Popular dos Agentes de Pastoral Negros, APP Sindicato, CUT, Sisppmug, Núcleo Regional de Educação de Guarapuava e outros organizadores e colaboradores o evento aborda o tema “os 130 anos da Abolição e as Políticas Públicas: avanços e desafios para Educação das Relações Étnicos-Raciais no Estado do Paraná”, com a participação de representantes de movimentos sociais, educadores e estudantes.

De acordo com a secretária municipal de Educação e Cultura de Guarapuava, Doraci Senger Luy, cerca de 500 pessoas participam de mesas de debate, oficinas temáticas e da audiência sobre a política pública de cotas raciais com a participação do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial.

“O maior objetivo do evento é motivar o debate sobre a educação, as questões étnico-raciais nas escolas públicas do Estado, assim como o acompanhamento da aplicação das leis que garantem a inclusão dos estudos de história e cultura afro-brasileira e indígena nos ensinos fundamental e médio, públicos e privados, de todo o Brasil. Na Rede Municipal de Ensino de Guarapuava, esses temas vêm sendo incluídos no cotidiano escolar e no Plano Curricular, inclusive, no momento atual, com as discussões da Base Nacional Curricular Comum e sua implementação local”, afirmou Doraci.

No primeiro dia de evento, aconteceu uma palestra sobre Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial e a persistência do Racismo, com a professora doutora em Sociologia, Marcilene Garcia de Souza. Já nesta sexta (10), a programação conta com duas mesas redondas, sendo que uma tem como tema representantes na discussão das relações étnico raciais no Paraná. A outra trata das ações afirmativas, bancas de aferição e fraudes nas cotas raciais: desafios contemporâneos na promoção da igualdade para negros e negras.

Relacionadas

NOVO PERÍODO

Paraná registra 1ª morte por dengue durante os últimos quinze dias

UTILIDADE PÚBLICA

Obras vão interditar a BR-277 no acesso para Guarapuava nesta quarta (23)

EXPLORAÇÃO SEXUAL

Travesti denuncia exploração de cafetina contra 'trans' que vêm de fora

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com