Osmar Dias debate futuro do Paraná na UniBrasil com cobertura multimídia ao vivo

Curitiba – Trezentas e cinquenta pessoas, entre alunos, professores e coordenadores de cursos das Faculdades Integradas do Brasil (UniBrasil), assistiram na noite desta quinta-feira, 28, palestra do líder do PDT no Senado Federal e presidente do partido no Estado, senador Osmar Dias (PDT-PR), sobre as perspectivas para Paraná.
O evento, que integra o projeto UniBrasil Futuro, foi transmitido ao-vivo pela rádio web da universidade e pelo blog http://midiabolicos.wordpress.com/ e twitter http://twitter.com/midiabolicos do grupo de projetos especiais do curso de Jornalismo da universidade. A palestra contou, além da transmissão pela internet, com o envio de mensagens SMS via celular e projeção mural.
O evento interativo teve a participação de internautas de todo o Paraná, também de outros estados como Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal e até do Exterior. “Mil e-mails com perguntas foram enviados à caixa postal da equipe de comunicação. Foi um evento multimídia”, salientou o coordenador do projeto UniBrasil do Futuro, professor Victor Folquening.
Osmar Dias destacou a importância das discussões debate sobre o Paraná, num momento em que percorre várias regiões paranaenses debatendo idéias para a elaboração de um projeto de desenvolvimento para o Estado. “A minha intenção não é ir fazer propostas, mas sim ouvir a população que nunca teve a oportunidade de dizer o que pensa e o que quer de um governo. Sempre os planos são elaborados em salas fechadas por técnicos e as idéias não se renovam. Fico feliz quando, muitas vezes, em comunidades distantes recebo ideias de pessoas humildes. Ideias que amadurecem e que se transformam em um projeto para determinada região. Isso dá uma satisfação imensa para quem quer fazer política para servir, para ser um agente de valorização das atividades humanas e defender o seu Estado”, afirmou.
Segundo o senador paranaense, a liberdade individual deve servir de premissa nas discussões sobre o desenvolvimento de um Estado e de um País. “A conquista da liberdade é um direito de todo o cidadão. As oportunidades tem que ser iguais para todos, conforme prevê o primeiro artigo da Constituição Federal que diz que ‘todos são iguais perante a lei’ e que deve ser cumprido”, observou.
Em sua palestra, Osmar Dias defendeu a implantação progressiva da educação em tempo integral em todo o Paraná e a valorização dos professores e profissionais do magistério como forma de conter a evasão escolar e disse ainda que irá desenvolver projeto específico para o Ensino Especial. Também defendeu que a Copel, Sanepar e o Porto de Paranaguá continuem sendo empresas públicas, mas com administrações eficientes.
O senador destacou a necessidade de impulsionar a economia com investimentos em pólos de Tecnologia da Informação, serviços e no potencial turístico paranaense. Também falou da necessidade da preservação ambiental, e do cumprimento da legislação no que diz respeito à utilização de produtos geneticamente modificados e ainda da necessidade da criação de uma agência reguladora das concessões públicas para, no caso do pedágio, buscar alternativas para uma tarifa que não seja tão onerosa aos usuários das rodovias como é hoje.
Para Osmar, é necessário haver equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e social do Estado. O senador destacou que, nos indicadores econômicos o nosso Estado supera os demais, enquanto nos índices sociais está atrás. Segundo ele, é necessário investir na educação, na saúde pública, na segurança e na infraestrutura, para que seja possível reverter o baixo índice de desenvolvimento humano da maioria dos pequenos municípios paranaenses. De acordo com o líder pedetista, a prioridade está no desenvolvimento de um projeto de estado que atenda às necessidades de cada região, com respeito e investimento na vocação local e no potencial paranaense. “Entendo que a maior aliança é aquela que se dá em torno de um projeto para o benefício do Paraná e do povo paranaense. Quando um programa de governo é bom ele permanece. Ninguém acaba com ele, porque a população não deixa”, afirmou Osmar Dias.

Relacionadas

ÚLTIMA OPORTUNIDADE

Termina hoje (22) as inscrições para o Encceja 2020

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

'Cidade dos Lagos' sedia curso de engenharia biomédica e Campo Tech Park

VAMOS ESTUDAR?

Unicentro abre inscrições para pós-graduação em Letras

Comentários