Pedagogia Indígena da Unicentro inicia atividades em Nova Laranjeiras

A primeira turma tem 42 alunos e vai cursar 13 disciplinas na primeira etapa

*Reportagem com vídeo

(Foto: Reprodução/Youtube)

As aulas do curso de Pedagogia Indígena da Unicentro estão começando para a primeira turma e são voltadas para as etnias Kaigang, Guarani e Xetá. De acordo com o professor do Departamento de Pedagogia, Marcos Gehrke, o curso é uma demanda da população indígena e é em alternância.

“Nós vamos ficar sempre 30, 40 dias lá na terra indígena em aula – manhã, tarde e noite -, com o tempo estudo e o tempo trabalho. Eles vão lá para estudar, mas também para o trabalho. E, aí, eles vão alguns meses para a comunidade, para os trabalhos que eles vão aplicar nas comunidades. É um curso de quatro anos, e há cada ano temos três etapas de formação”.

Os indígenas aprovados no vestibular vieram para a Unicentro no dia da matrícula, cheios de expectativas, afirma Iumar Rodrigues, que é presidente do Conselho de Saúde do município de Guaíra.

“Hoje, nós estamos tendo a oportunidade de estar estudando para ajudar a nossa comunidade, ajudar nossos jovens, nossas crianças dentro da comunidade que estão pensando e buscando a melhoria”.

O professor da Aldeia São Jerônimo, Odair da Silva, busca melhorar as condições dos demais membros da comunidade. “A expectativa é grande. Nós nunca fizemos. É a primeira vez que estamos fazendo, estamos ansiosos para fazer o curso. Eu espero ajudar a comunidade que eu moro, nós somos da etnia xetá”.

É na Casa Familiar Rural, em Nova Laranjeiras, que os 42 alunos da primeira turma vão permanecer durante os três módulos anuais do curso. O local, que estava desativado, é a sala de aula e também a casa deles nesse período. Nessa primeira etapa eles vão cursar 13 disciplinas, ministradas por professores da Unicentro e das demais universidades estaduais do Paraná. A proposta é que o cotidiano dos estudantes indígenas seja muito parecido com o dia a dia nas tribos.

Assista a reportagem.

*(com informações da Assessoria de Comunicação da Unicentro)

Relacionadas

CRIME AMBIENTAL

Aplicação de inseticida mata abelhas em comunidade em Turvo

AJUDA URGENTE

'Vidas por Vidas' faz rifa solidária para não fechar as portas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

Comentários