Pinhão recebe representantes de outras cidades para conhecer a ‘Bufunfa’

O programa beneficia mais de 600 famílias no município

(Foto: Ascom/Prefeitura de Pinhão)

A “bufunfa’, moeda criada pela Prefeitura de Pinhão, com o objetivo de incentivar a separação e a destinação correta dos resíduos sólidos continua se destacando. A moeda foi apresentada em 6 de março em rede nacional no Programa Encontro.

De acordo com a assessoria de imprensa, uma comissão formada por representantes dos municípios do sudoeste do Estado, esteve em Pinhão nesta quinta (13) para conhecer o funcionamento do programa de coleta seletiva e a utilização da moeda municipal. O programa beneficia mais de 600 famílias com o retorno da taxa que é cobrada do lixo. As pessoas cadastradas no programa de separação do lixo, tem o direito de “comprar” produtos da agricultura familiar.

O secretário de Meio Ambiente, Urbanismo e Habitação de Pinhão, Valter Israel, destacou que a criação da “bufunfa” foi um maneira prática que a administração municipal encontrou para mudar a realidade ambiental do município.

A moeda é uma ferramenta importante neste processo que trata do cuidado com o meio ambiente, mas o principal disso tudo é o fato de que nosso aterro é próprio e licenciado, faz todo o tratamento conforme as normas técnicas exigidas pela Política Nacional de Resíduos e ainda gera emprego e renda para muitas famílias. Fica para trás um passado de multas e danos ambientais, que agora dá lugar a um presente de respeito, geração de renda e a garantia de um bom futuro para os pinhãoenses.

Para a engenheira agrônoma Sônia Schlickmann, a bufunfa é uma experiência positiva e pode ser implantada em outros municípios.

“A destinação do lixo é uma preocupação e ao mesmo tempo uma grande dificuldade para todas as cidades. Exemplo de Pinhão nos chamou a atenção vai contribuir significativamente para todos nós em nossos municípios”.

Relacionadas

CRIME AMBIENTAL

Aplicação de inseticida mata abelhas em comunidade em Turvo

AJUDA URGENTE

'Vidas por Vidas' faz rifa solidária para não fechar as portas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

Comentários