PM flagra cinco descumprimentos de isolamento social em Guarapuava

Em menos de quatro horas foram flagradas mais de 50 pessoas descumprindo as medidas de proteção. E uma mulher agrediu os policiais

Dessa maneira, mais de 50 pessoas foram flagradas descumprindo as medidas de proteção (Foto: Arquivo/RSN)

A Polícia Militar atendeu cinco ocorrências envolvendo infração de medida sanitária preventiva em Guarapuava nas últimas horas. De acordo com o relatório policial, no domingo (21), por volta das 18h, a PM foi até a rua Rui Barboza, no bairro Boqueirão, após denúncia de que no local várias pessoas estavam aglomeradas, desrespeitando as medidas de proteção estabelecidas em Guarapuava para prevenir a covid-19.

Chegando lá, a equipe constatou que 25 pessoas estavam reunidas em um espaço pequeno, alguns sem máscara. Assim, os policiais entraram em contato com o proprietário da casa, um homem de 61 anos, que foi encaminhado ao 16º BPM para confecção do termo circunstanciado.

VILA CARLI

No mesmo dia, por volta das 19h50, a equipe da PM fez a abordagem de um estabelecimento na rua Simeão Varela de Sá, no bairro Vila Carli. Com o apoio da vigilância sanitária municipal, foi flagrado que algumas medidas estabelecidas pela prefeitura não estavam sendo cumpridas, como a distância entre as mesas e número de pessoas no local, caracterizando aglomeração.

O proprietário, um homem de 30 anos, foi encaminhado para confecção do termo por causar perigo de contágio e infringir as medidas sanitárias preventivas.

VILA BELA

Por volta das 20h30 desse domingo (21), a polícia recebeu denúncia de que na rua Turíbio Gomes, no bairro Vila Bela várias pessoas estavam aglomeradas descumprindo o decreto nº 8022. No local, a PM e a equipe da vigilância sanitária municipal constataram que se tratava de um bar que estava aberto com aproximadamente 10 pessoas sem uso de máscara.

Dessa maneira, percebendo a infração, os policiais orientaram e encaminharam a proprietária ao 16º BPM para confecção do termo circunstanciado pelo descumprimento do decreto municipal.

BOQUEIRÃO

Ainda no domingo, por volta das 21h30, a polícia se deslocou até a rua Goiore, no bairro Boqueirão, após receber várias denúncias de que um bar estaria aberto mesmo depois do horário estabelecido, 20h, e com aglomeração de pessoas.

Quando a equipe chegou ao endereço, as pessoas que estavam escondidas dentro do bar fugiram pelo pelos muros de trás do estabelecimento. De acordo com a PM, oito pessoas ainda estavam no local e outras 10 fugiram quando a abordagem foi feita.

Diante dos fatos, os agentes de fiscalização da prefeitura municipal prescreveram as infrações administrativas ao homem de 56 anos responsável pelo estabelecimento. Por fim, a equipe o encaminhou ao 16° BPM.

PERTURBAÇÃO DE SOSSEGO

Por volta das 21h45 do domingo, a PM e a equipe da prefeitura municipal estavam trabalhando na fiscalização de estabelecimentos que descumpriram as medidas de prevenção. Na rua Goiore 1, no bairro Boqueirão, encontraram um bar com pessoas aglomeradas. Quando estavam levando o proprietário do estabelecimento para confecção do termo circunstanciado, encontraram pessoas se aglomerando em via pública.

Ao abordar o grupo, duas mulheres começaram a atrapalhar o trabalho da polícia. Os policiais solicitaram que elas se afastassem e deixassem a equipe terminar o trabalho. Porém, as mesmas não acataram o pedido e confrontaram a PM, que solicitou novamente que se afastassem.

Com isso, os policiais solicitaram que as mulheres os acompanhassem até o 16º BPM, mas elas tentaram fugir. As duas foram detidas e uma delas, uma mulher de 44 anos, agrediu a equipe com empurrões. Por fim, as mulheres foram conduzidas para confecção do termo circunstanciado.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NA PANDEMIA

Detentos de Guarapuava confeccionam materiais para o Hospital São Vicente

UTILIDADE PÚBLICA

Nesta quinta (9) haverá vacinação volante em Guarapuava

COVID-19

Guarapuava tem mais 16 casos de covid-19 confirmados

Comentários