Polícia vai prender quem se recusar a entregar carteira de motorista suspensa

Estadual – O secretário da Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari (foto), anunciou que a polícia vai deter motoristas que não entregarem suas carteiras de habilitação suspensas pelo Detran-PR. Quem receber a notificação e não entregar a CNH em 48 horas, poderá ser preso em flagrante pelo crime de desobediência. A medida segundo o secretário é preventiva e pretende aumentar o índice de “obediência” dos motoristas à ordem de entregar suas carteiras e passarem pelo curso de reciclagem. A resolução foi assinada por Delazari nesta quarta-feira (27).
“Temos mais de 100 mil notificações de suspensão da CNH enviadas aos motoristas aqui no Paraná. A partir de agora, todos eles – sem exceção – poderão receber a visita de policias militares em suas casas e deverão ser encaminhados à delegacia mais próxima para responder por desobediência. Portanto, é melhor que todos comecem logo a procurar o Detran para entregar seus documentos”, afirmou Delazari.
De acordo com a resolução, após o período de 48 horas da notificação, o Detran-PR irá encaminhar uma lista à Polícia Militar com os dados dos motoristas que não entregarem a CNH. A PM, por sua vez, através do BPTran deverá ir atrás dos condutores para recolher o documento. Quem desobedecer à ordem policial será preso e encaminhado à Delegacia de Delitos de Trânsito.
Segundo o secretário da Segurança Pública, autoridades que descumpram a ordem também receberão a visita policial. “Não haverá proteção. Cidadãos comuns e autoridades públicas que não respeitarem a ordem sofrerão as consequências. Já solicitei levantamento para ver se há policiais que estão com as carteiras suspensas para tomar as providências internas. Sugiro que todos os órgãos e empresas façam a mesma coisa, ajudando a polícia”, convocou Delazari.
Hoje no Paraná, mais de 3,9 milhões de pessoas estão habilitadas. Até abril deste ano, o Detran contabilizava pouco mais de 112 mil notificações enviadas de aviso de suspensão de carteira que ainda esperam ser cumpridas. Ao todo, cerca de 139,5 mil motoristas estão cumprindo a suspensão como manda a lei.
Na opinião do assessor jurídico do Conselho Estadual de Trânsito, Marcelo Araújo, a medida traz benefícios. “Atualmente existe estima-se que apenas 10% dos motoristas que tiveram a carteira suspensa entregam o documento ao Detran. Outros 90% continuam com a CNH e ainda seguem dirigindo. Isto tem sido motivo de crítica nacional e esta medida imposta pela Secretaria da Segurança do Paraná vem para cobrar o cumprimento da penalidade, o que é ótimo”, comentou. (AEN) Foto: Osvaldo Ribeiro

Relacionadas

IRREGULARIDADES SANITÁRIAS

Ação de fiscalização multa comerciantes e moradores em Guarapuava

MANDADOS JUDICIAIS

Em patrulhamento, PM cumpre três mandados de prisão em Guarapuava

PRISÃO E APREENSÃO

PM prende dois traficantes e apreende 25 pedras de crack dentro de tênis

Comentários