Policiais da região também realizam paralisação

Os funcionários das delegacias da região também estão em paralisação. Em Laranjeiras do Sul, Pinhão, Prudentópolis e Pitanga, os policiais realizam um indicativo de greve desde as 8 horas da manhã. A paralisação vai até as 18 horas.

Os policiais protestam contra a falta de reajuste salarial e melhores condições para o desenvolvimento do trabalho. Durante o dia não serão realizados atendimentos ao público como registros de boletins de ocorrência. Mas o plantão continuará funcionando normalmente para as prisões em flagrante. No fim do dia, uma assembléia deve decidir se os policiais entrarão realmente em grave.

Sinclapol

A paralisação ocorre em todo o estado. Uma das organizadoras do indicativo de greve, o Sindicato das Classes Policiais dos Policiais Civis do Paraná (Sinclapol/PR), publicou uma nota em seu site oficial.

“Enquanto o equivalente inicial da co-irmã no nível superior, 2º Tenente PMPR, é de R$ 3.839,81, continuamos com os minguados R$ 1.955,92 do Investigador de Polícia 5ª classe, em clara agressão ao direito isonômico de carreiras correlatas, assemelhadas e de mesmo nível”, afirma o texto, mostrando a insatisfação da entidade.

Foto: greve dos policiais civis do Paraná (arquivo)

Relacionadas

TRABALHO POLICIAL

Polícia Civil prende acusado de matar Juliano Palácio de Ramos

TRÁFICO DE DROGAS

PM prende jovem por tráfico de drogas e porte de armas em Guarapuava

AGREDIDO INJUSTAMENTE

Homem é agredido e acusado de furto de lojas de roupa em Guarapuava

Comentários