Prazo para o alistamento militar on-line termina daqui um mês

O alistamento pode ser feito pela internet ou pelo aplicativo disponível para Android e IOS. A plataforma digital é a forma mais segura

Prazo para o alistamento militar on-line termina daqui um mês (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

O prazo para o alistamento militar on-line termina no dia 30 de setembro. Assim, os jovens precisam participar do processo de seleção que deve ser feito pela internet ou pelo aplicativo disponível.

Devido a pandemia, a plataforma digital é a forma mais rápida e segura para que os jovens façam o processo. E, para isso, é preciso se cadastrar, clicando aqui, em “Quero me alistar”.

ALISTAMENTO

Assim, depois de um breve questionário, é só selecionar a opção “alistamento militar”. Em uma nova janela, informe os dados pessoais. Ao fim, o site vai gerar um número de registro. Com esse número, o participante poderá acompanhar o processo pela aba “já me alistei”.

Conforme informações, além do computador, o celular pode ser usado para o cadastro, com o aplicativo Exército Brasileiro no smartphone (Android ou IOS). Clique na opção “três linhas”. No primeiro acesso, o programa vai pedir a localização. Depois selecione a opção “Alistamento” e “Quero me alistar”. E preencha o formulário.

(Foto: Arquivo/RSN)

SERVIÇO MILITAR

O serviço militar é um treinamento que jovens brasileiros recebem nas bases da Marinha, Exército ou Aeronáutica. Assim, o processo por tempo determinado inclui cinco etapas. Alistamento, seleção geral, designação. E ainda, seleção complementar e incorporação. Além disso, militares efetivos também renovam a permanência.

Por fim, se alistar é um dever nacional. Assim, aqueles que perderem o prazo estão sujeitos à multa. Além disso, ficam impossibilitados de obter diversos serviços públicos. Entre eles, passaporte, carteira de trabalho e inscrições em concursos públicos.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NO TRÂNSITO

Hoje inicia a Semana Nacional do Trânsito em todo o país

NÚMEROS ASSUSTADORES

Insegurança alimentar cresce e atinge mais três milhões de pessoas

COVID-19

Eduardo Pazuello assume oficialmente o Ministério da Saúde

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com