Prevenção ao suicídio vai pautar discussão em Guarapuava

Na sexta feira (21), caminhada sobre o tema também vai ocorrer no município

Como parte da programação da campanha Setembro Amarelo, que é dedicado nacionalmente à prevenção ao suicídio, Guarapuava receberá uma discussão importante sobre o tema no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), unidade II. Desde o início do mês, mais atividades sobre o tema vem sendo desenvolvidas no município.

“Já trabalhamos durante todo o ano com grupo de apoio, mas intensificamos as ações no mês de setembro. Nosso objetivo é mostrar para as pessoas que diálogo e a socialização são as melhores maneiras de combater esses impulsos. O centro está de portas abertas para receber pessoas que queiram conversar”, explica a psicóloga e coordenadora do CAPS II, Carla Silveira Batista Lauer.

Na programação estão palestras, rodas de conversas e grupos de apoio. Entre os dias 19 e 21 de setembro, às 15h, no CAPS II, serão discutidos diversos assuntos sobre o tema. Na sexta (21), às 9h30, haverá, também, uma caminhada com os pacientes que participam da oficina terapêutica do Caps II. A caminhada encerra na Lagoa das Lágrimas com uma roda de conversa. O evento será aberto aos pacientes e familiares.

VALORIZAÇÃO DA VIDA

Em julho deste ano, moradores de Guarapuava fragilizados emocionalmente e que querem procurar ajuda passaram a contar com o apoio de um grupo coletivo de valorização da vida, no Caps II. O Centro já realizava diversos trabalhos com grupos terapêuticos, porém, este foi o primeiro grupo coletivo a ser formado para debater o tema dentro da instituição, sempre prezando pela acolhimento e proteção dos participantes.

Queremos dar apoio e suporte às pessoas que precisam de ajuda. Falar sobre suicídio ainda é um tabu, e as pessoas que precisam falar sobre o tema não têm a quem recorrer. Nós oferecemos um ambiente protegido de preconceitos, que busca no diálogo a solução de situações como essas.

Além deste grupo, o Caps II realiza, nos demais dias da semana, acolhimentos em grupos terapêuticos que tratam de assuntos como ansiedade e depressão. Para participar de um dos grupos, os pacientes precisam de um encaminhamento médico. Os primeiros passos para a obtenção deste encaminhamento podem ser feitos no próprio Caps II ou, também, através das Unidades de Pronto Atendimento (UBS) de Guarapuava.

No caso do grupo coletivo, o atendimento no Caps II será realizado todas as segundas, das 8 às 17h. O Centro fica na Rua Andrade Neves, 1215, bairro Santana. Mais informações pelo telefone (42) 3622-1427.

LIGAÇÕES PARA O 188

À nível nacional, o Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza um trabalho de prevenção ao suicídio, oferecendo uma linha telefônica exclusiva para pessoas que querem procurar ajuda. O número é o 188, garante o anonimato do solicitante, funciona 24h por dia e as ligações podem ser feitas de forma gratuita. Os atendimentos são realizados por voluntários, que recebem treinamento para atenderem as ligações e darem apoio as pessoas que querem – e precisam – conversar.

Relacionadas

NOVOS CASOS

Guarapuava confirma quatro novos casos de covid-19

ADRENALINA

Shopping Cidade dos Lagos abre pista de patinação nesta sexta

INOVAÇÃO

Projeto PrevSIN do Simepar inova na previsão de chuvas

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com