Procon fiscaliza abuso de preços de gêneros alimentícios em Guarapuava

Segundo o Procon, supermercados de Guarapuava têm 72h para apresentação de notas de compra e venda dos produtos relativos aos meses de janeiro a março

O quilo de tomate está  sendo vendido até acima de R$ 5 (Foto: Procon)

O  aumento repentino dos preços de alguns produtos provocou a reação do Procon em Guarapuava. São itens como leite, tomate, batata, ovos, banana e trigo que tiveram os valores reajustados nos últimos dias.

De acordo com o Procon, a fiscalização foi nessa terça (31) e a partir desse dias, os supermercadistas terão o prazo de 72 horas para apresentação de notas fiscais, sob pena de autuação e aplicação de multa por parte do órgão.

Paulo Lima, coordenador do Procon (Foto: Procon)

Conforme o coordenador do Procon Paulo Lima, as fiscalizações são pautadas em denúncias da comunidade que está assustada com o aumento repentino dos preços nos gêneros alimentícios.

A suspeita é que pode estar havendo abuso do poder econômico diante da atual pandemia e extrema vulnerabilidade do consumidor.

Segundo Paulo Lima, não pode haver qualquer aumento sem justificativa. “Ainda mais no período que estamos passando”.

Assim, caso haja a constatação do aumento injustificado da margem de lucro, as medidas necessários serão tomadas, inclusive com encaminhamento de cópia do processo ao Ministério Público.

CONSTATAÇÃO

Há variação também no valor da caixa de leite (Foto: Procon)

Com o aumento dos preços, a pesquisa se torna ainda mais necessária. Conforme Paulo Lima, na fiscalização constatou-se uma “enorme variação de preços”. Assim, ainda é possível encontrar a caixa de leite longa vida por menos de R$ 3, bem como o quilo do tomate por até R$ 1,50.

Entretanto, há alguns dias o Procon já havia notificado os supermercados, farmácias e outros estabelecimentos que revendem o álcool em gel 70%, máscaras e luvas de proteção. “Estamos fiscalizando com base em denúncia que estamos recebendo diariamente”.

Assim sendo, o coordenador do Procon Guarapuava orienta a população a fazer denúncias sempre que verificar alguma irregularidade.

SERVIÇO

Durante o período de quarentena o órgão de Proteção e Defesa do Consumidor não está com atendimento presencial. Isso porque as equipes estão intensificando as fiscalizações.

Entretanto, as denúncias e atendimentos estão sendo feitos nos seguintes canais: 151/3622-1370/3622-8345/whats: 9 8417-1913 ou aqui. 

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CUIDADO COM O GOLPE

Receita do Paraná alerta para tentativa de golpe via e-mail

BAIRRO INOVADOR

'Cidade dos Lagos' atrai a atenção de investidores de várias Regiões

NOVO PROGRAMA

Estado lança programa para recuperar economia dos municípios

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com