Professoras de Cmei de Guarapuava entregam mais de 500 máscaras

As professoras são do Cmei Anastácia Ivanski. Elas tiraram dinheiro do bolso para confeccionar as máscaras que começaram a ser entregues nesta terça (14)

Professoras de Cmei de Guarapuava entregam mais de 500 máscaras (Foto: Divulgação/Cmei Anastácia Ivanski)

Dez professoras do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Anastácia Ivanski, no bairro Boqueirão em Guarapuava, produziram  500 máscaras de tecido que começaram a ser entregues para os funcionários, alunos matriculados na instituição e os familiares, nesta terça (14). “Além do aluno, um adulto da família também vai receber o objeto de proteção individual”.

O gesto voluntário  traduz o cuidado que o Cemei tem com as crianças. Atualmente todas estão em casa, já que as atividades do Cmei estão suspensas como forma de conter o avanço da Covid-19.

Segundo a idealizadora da ação, a diretora Rosilei de Fátima Barbosa, a ideia era produzir máscaras e toucas para as professoras, para quando as atividades escolares voltassem à normalidade. Porém, como a necessidade é urgente ela conversou com colegas as professoras. Assim, cada uma foi ajudando como podia para a compra o material e a confecção das máscaras.

AÇÃO SOLIDÁRIA

A ação, além de voluntária, é filantrópica. Todo o dinheiro para as compras dos materiais necessários foi arrecadado pelos professores e funcionários da instituição.

A entrega é uma forma de manter o vínculo com as crianças e suas famílias, segundo a diretora.

Não podemos perder esse vínculo, as professoras estão mandando atividades para que os pais possam fazer com os filhos. Já estamos com saudade, mas precisamos nos proteger desta pandemia do novo coronavírus. Por isso, se possível, fiquem em casa.

Conforme Rosilei, os pais ou responsáveis deverão respeitar as regras da entrega. Portanto, para a retirada dos kits, os pais devem ir até o Cmei somente no dia e horário pré-definidos e não devem estar acompanhados dos alunos. Segundo a diretora, cumprir essa regra é muito importante para proteger as crianças e também evitar aglomerações.

Conforme a Diretoria do Cmei, para as crianças de seis meses e quatro anos, o tamanho da máscara é adaptado (Foto: Divulgação/Cmei Anastácia Ivanski)

As datas de entrega das máscaras serão postadas por meio de um cronograma nas redes sociais do Cmei. Para a confecção, os voluntários envolvidos estão respeitando todas as orientações do Ministério da Saúde.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

SONHO REALIZADO

Governo regulamenta terras de pequenos produtores em Candói

SOLIDARIEDADE

Cantor católico faz live beneficente no sábado (18) em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com