Programa municipal já castrou 30 cães de rua em Pinhão

Iniciativa está em funcionamento há cerca de três meses. Parceria é entre prefeitura e ONGs locais

*Informe publicitário.

(Foto: Ascom/Prefeitura de Pinhão)

O Programa Municipal de Controle Ético de Animais (Panaceia) lançado em Pinhão em novembro de 2018 está com as atividades em pleno funcionamento. Neste período, de acordo com informações da assessoria de imprensa municipal, foram feitas 30 castrações de cães fêmeas que vivem nas ruas da cidade. O projeto é resultado de uma parceria entre a administração pública e as Organizações Não Governamentais (ONGs) ‘Abrace e Adote’ e ‘Cão Migão’, ambas de Pinhão. O intuito do Programa é controlar a superpopulação de animais abandonados no município.

Ainda segundo a assessoria, o número de procedimentos significa a redução de dezenas de filhotes de cães abandonados nas ruas de Pinhão. Além do controle, o Panaceia fornece ração e medicamentos para animais atendidos pelas ONGs parceiras do programas e realiza campanhas educativas sobre a causa no município.

A formação do Panaceia é discutida em Pinhão desde 2017, quando o município identificou o alto índice de animais em situação de abandono presente na cidade. Para o secretário de Meio Ambiente, Urbanismo e Habitação, Valter Israel o papel do Programa é transformador, mas vale destacar, a importância da adoção consciente.

“A administração está fazendo sua parte, porém é extremamente importante a comunidade entender que abandonar é errado e, que quando se tem um animal de estimação, como por exemplo, um cão, além de mantê-lo dentro dos limites do seu pátio, ele também precisa de cuidado e atenção”, orientou.

Relacionadas

UTILIDADE PÚBLICA

Energisa divulga desligamento programado para Guarapuava

FAMÍLIAS VULNERÁVEIS

Energisa e Unesco distribuem 420 cestas básicas em Guarapuava

AINDA DÁ TEMPO

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 38 milhões neste sábado (24)

Comentários