Prorrogada pesquisa sobre Gestão de Resíduos Sólidos em Guarapuava

Prefeitura prorrogou pesquisa para ampliar a participação de setores como indústria e comércio na atualização do plano de gestão de resíduos sólidos

Prorrogada pesquisa sobre Gestão de Resíduos Sólidos em Guarapuava (Arte: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

A população guarapuavana e os setores de comércio e serviços, indústrias, de agricultura e agroindústria ainda podem participar da atualização do plano municipal de gestão de resíduos. Isso porque a prefeitura de Guarapuava prorrogou a disponibilidade dos questionários on-line que buscam envolver a população na atualização do plano de gestão de resíduos sólidos.

De acordo com o secretário do Meio Ambiente, Celso Araújo, adesão foi muito significativa do povo guarapuavano, mas o objetivo é reforçar que as pesquisas também abrangem indústrias, agroindústrias e comércio.

“As respostas são fundamentais para traçarmos perspectivas ambientais em todos os âmbitos do município para os próximos 20 anos”.

PLANO

De acordo com a Secretaria e Comunicação da prefeitura, o plano é elaborado pela empresa Envex Engenharia, vencedora do processo licitatório. Para que o projeto cumpra com as demandas municipais, esta etapa inclui ouvir a opinião da comunidade. Os questionários on-line são respondidos anonimamente, contendo perguntas diferentes para cada público. Entre elas, a separação de resíduos recicláveis, quantidade aproximada de geração e o destino de cada um.

Em Guarapuava, o plano será desenvolvido através com recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente, aprovado pelo Conselho de Meio Ambiente. A atualização atende a Lei Federal 12.305/10, que institui aos municípios medidas de atenção ao tratamento dos resíduos sólidos.

Por fim, confira abaixo o link disponível para cada um deles:

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

Meio ambiente orienta moradores para o descarte correto em lixeiras públicas

AJUDA

Apaes da Região recebem cestas básicas da Secretaria da Justiça do PR

EXEMPLO

Bituruna economiza R$ 800 mil com redução de salários na pandemia

Comentários