Requião decreta luto oficial pela morte da ex-primeira dama Fani Lerner

Guarapuava – Faleceu na madrugada desta quinta-feira, em Curitiba, vítima de câncer, a ex-primeira dama de Curitiba e do Paraná, Fani Lerner, esposa do ex-prefeito e ex-governador Jaime Lerner. O corpo está sendo velado no Salão Nobre da Prefeitura de Curitiba e o enterro será às 16h30 no Cemitério Israelita, no bairro Santa Cândida. O governador Roberto Requião decretou luto oficial por três dias.
Filha de imigrantes judeu-poloneses que vieram para o Brasil para escapar do nazismo, Fani Lerner nasceu em Curitiba, Paraná. Quando tinha quatro anos de idade, tornou-se órfã de pai.
Presente nas gestões do marido Jaime Lerner, ela assumiu em 1989 a pasta de secretária municipal da Criança de Curitiba, cargo que ocupou por seis anos. Fani exerceu também o mesmo cargo no Estado do Paraná, por oito anos, nos governos Jaime Lerner, de 1995 a 2002.
Durante suas gestões como secretária da Criança, ela criou 16 programas para crianças e adolescentes carentes. O PIÁ (Programa de Integração para Crianças e Jovens) era voltado para o treinamento vocacional a crianças de famílias de baixa renda, entre 7 e 17 anos de idade.
O SOS-Crianças dava apoio a todas crianças em situação de risco, vítimas de violência domiciliar ou negligência por parte de suas famílias. O programa Casa do Piá servia de abrigo para crianças de rua, fornecendo refeições e proteção contra o frio, além de apoio social.
O programa Casa Lar recebia órfãos ou crianças abandonadas. Já o PIÁ das Flores acontecia em casas e escolas especiais para ensinar cultivo de flores e jardinagem a crianças portadoras de deficiência mental.
Fani Lerner trabalhou também pela redução da mortalidade infantil e também da mortalidade materna, causada por complicações de gravidez, parto e puerpério. Diversos programas dirigidos e apoiados por ela na Secretaria e no Provopar foram responsáveis pelo prêmio Agenda Social 2000, recebido pelo Paraná pela implementação eficiente e execução das metas e organogramas definidos pela agenda.
Em sua gestão, Fani Lerner construiu cerca de 500 creches, que atenderam 485 mil crianças, de 0 a 6 anos de idade. Outro programa de destaque foi o Da Rua para a Escola voltado a promover o retorno à escola das crianças de rua, com o fornecimento de uma cesta básica de alimentos para suas famílias. O programa tirou da rua mais de 80 mil crianças. Em 1997, este programa ganhou da UNICEF o prêmio Criança e Paz.
Com ela à frente, o Provopar criou o programa Supersopa, que distribuia sopas a crianças carentes em suas escolas ou nas creches. A sopa era feita com o excedente de produção da Ceasa. Mais de 400 mil refeições foram distribuídas mensalmente em todo o Paraná. O programa também foi levado a outros estados brasileiros e também para países como Argentina, Venezuela, Uruguai e Paraguai.(AEN)

Relacionadas

VAI COMEÇAR

Câmara marca início do período ordinário para 3 de fevereiro

NOVO PRESIDENTE

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos

VACINAÇÃO

5ª Regional de Saúde terá 5.920 doses de vacina para 20 municípios

Comentários