Semana da Justiça pela Paz em Casa termina nesta sexta

Mulheres em situação de violência foram atendidas

Adavogada Kellen Bruger (Foto|: Secom)

O Fórum Desembargador Guarita Cartaxo encerra nesta sexta feira (24) a Semana da Justiça pela Paz em Casa, que visa ampliar a efetividade da Lei Maria da Penha, concentrando atividades que agilizam o andamento dos processos relacionados à violência de gênero.

De acordo com a juíza da 3ª Vara Criminal, Carmem Silvania Zolandeck Mondin, várias mulheres que estão em situação de violência  tiveram conhecimento de todas as políticas públicas e direitos que possuem, além das medidas que podem tomar, se essa for a escolha delas.

Antes de terem o atendimento individual, as mulheres puderam conhecer os serviços das instituições disponíveis em Guarapuava, como  o Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, o Núcleo Maria da Penha, a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres e o Núcleo de Estudos e Defesa de Direitos da Infância e da Juventude.

“Hoje as mulheres podem contar com várias equipes para ajudá-las independente do tipo de violência, seja ela patrimonial, psicologia, moral, física ou sexual, estamos preparadas para ajudá-las”, reforçou a advogada do Cram, Kellen Klein Bruger.

O Conselho Nacional de Justiça promove a Semana da Justiça pela Paz em agosto em alusão ao mês de aniversário de sanção da Lei Maria da Penha.

“Trabalhamos dia a dia para mostrar a essas mulheres que elas não estão sozinhas, que existem muitas pessoas para ajudá-las e que estamos sempre de portas abertas para recebê-las”, disse a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Priscila Schran.

Relacionadas

COMPRE DO PEQUENO

Sebrae-PR lança campanha para ajudar pequenos negócios

MAIS CONFIRMAÇÕES

Saúde confirma seis novos casos de covid-19 em Guarapuava

VOLTA AO TRABALHO

Após reuniões sindicais, greve dos Correios acaba oficialmente

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com