Sete macacos morrem de febre amarela em Bituruna

Ao todo foram encontrados 14 macacos mortos na cidade. Sete foram confirmados e outros quatro ainda estão em investigação. Três não puderam ser analisados

Ao todo 14 macacos foram encontrados mortos na cidade (Foto: Ascom/Prefeitura de Bituruna)

A vigilância epidemiológica e a vigilância sanitária de Bituruna foi notificada de que 14 macacos bugios teriam sido encontrados mortos no interior do município. Destes, a Fundação Municipal de Saúde já possui o resultado do exame de sete deles. Foi constatado que a morte foi por febre amarela.

De acordo com a assessoria da prefeitura, seis macacos foram encontrados no Distrito de Santo Antônio do Iratim e um na comunidade Volta Grande. A Fundação ainda aguarda o resultado do exame de quatro macacos e outros três não foi possível fazer a coleta devido ao estado avanço de decomposição dos animais.

A responsável pela Vigilância Epidemiológica, Sirlei Pedrollo Bez, lembra da importância da atualização do calendário vacinal para imunização contra a doença. “Todos que não tomaram a vacina contra a febre amarela devem procurar o quanto antes a unidade de saúde de seu bairro para receber a dose”.

Ela explica ainda que, Bituruna não possui histórico da doença. Além disso, caso a população encontre bugios na natureza, não se deve matá-los. Isso porque os macacos não transmitem a doença para o homem, mas são um sinal de alerta da presença do mosquito transmissor na Região. Se forem encontrados novos animais mortos é fundamental que seja comunicado os profissionais de saúde o quanto antes.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

OBRA INÉDITA

Construção de túnel sob Francisco Beltrão promete acabar com cheias

DESAPARECIDA

Adolescente de 14 anos está desaparecida em Candói

PRESOS APÓS FUGA

Duas pessoas são presas depois de ameaçarem família com arma

Comentários