TCE investe R$ 6,7 milhões em informatização

Curitiba – O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) está investindo R$ 6,7 milhões na ampliação e atualização da estrutura de tecnologia da informação (TI). Os recursos, direcionados para a aquisição de equipamento (hardware e software) e capacitação de pessoal, atendem às diretrizes do Programa TCE Digital. O objetivo do programa é eliminar o uso de papel no órgão, promovendo a agilização dos trâmites internos, a otimização do emprego de pessoal, a redução de custos e a diminuição dos impactos ambientais.
O valor direcionado à área de TI do Tribunal equivale a 4,2% do orçamento do órgão em 2009, que foi de R$ 159 milhões (1,9% da receita corrente líquida do Estado). “Com estes investimentos, o TCE dá mais um passo no sentido da modernização e agilização das suas atividades”, afirma o presidente, conselheiro Hermas Brandão.
As compras previstas no programa estão em distintas fases licitatórias. De acordo com a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) do Tribunal, a quase totalidade do equipamento licitado deverá ser entregue ainda no primeiro bimestre deste ano.
Dos R$ 6,7 milhões, 60%, ou R$ 4 milhões, referem-se a investimentos em infra-estrutura (blades e storage, rede elétrica, datacenter, desktops, notebooks e memória); 19%, ou R$ 1,2 milhão, dizem respeito à área de segurança (antivírus e backup); os 21% restantes, ou R$ 1,5 milhão, correspondem à aquisição de serviços, soluções de software e capacitação. “O TCE está sendo dotado de uma estrutura informatizada altamente eficiente, o que repercutirá em ganhos também para o cidadão”, atesta Ângela Beatriz Bot, titular da DTI.
A digitalização do acervo de 68 mil processos começa ainda em janeiro e deve se estender pelos próximos quatro meses. O procedimento vai gerar uma economia anual de R$ 1,1 milhão ao órgão. Isso significa que, em seis anos, os investimentos em informática estarão pagos. Além disso, haverá ganhos ambientais: Serão economizadas cerca de 12 milhões de folhas de papel, ou 300 toneladas.
A estimativa é de que a tramitação totalmente digital dos processos no âmbito do TCE esteja completamente implantada em meados de 2010. Isso ocorrerá tanto internamente quanto na relação do Tribunal com seus jurisdicionados – órgãos públicos das administrações estadual e municipais.

Relacionadas

HOMENAGEM PÓSTUMA

Prefeito decreta luto oficial de três dias pela morte de Bosco

Carreata pede 'impeachment' de Bolsonaro também em Guarapuava

VAI COMEÇAR

Câmara marca início do período ordinário para 3 de fevereiro

Comentários