Terceiras faixas da PR-170, em Guarapuava, começam a receber melhorias

Trechos já receberam diversas críticas, principalmente, pelo desnível presente na rodovia

Um dos trechos que mais geram polêmica na PR-170, em Guarapuava, está recebendo melhorias. A obra contempla pontos da rodovia que contam com terceiras faixas, entre as serras do Jordão e Cadeado. A crítica maior sobre estas regiões fica por conta do desnível presente em toda a quilometragem das terceiras faixas, que dificulta que um automóvel, seja carro de passeio ou caminhão, permaneça recuado à direita no sentido das Colônias de Entre Rios. As críticas vieram à tona, pelas redes sociais, em junho deste ano, após um acidente fatal que vitimou a zootecnista Luciane Silvestri Araújo, na mesma rodovia.

(Foto: Divulgação)

“Em algumas partes da pista, neste trecho, o recape foi feito na segunda faixa, desta forma os caminhões não trafegam na terceira faixa, que seria o mais recomendado”, opinou um leitor do Portal RSN. Há críticas, também, sobre as terceiras faixas serem “muito estreitas”.

“Terceira faixa muito estreita, onde não cabe um caminhão. Deixa o trânsito muito perigoso quando é preciso ultrapassar”, opinou outro leitor.

Pouco tempo depois, em julho, o Departamento de Estrada e Rodagens do Paraná (DER) informou a reportagem do RSN, em nota, que realizaria melhorias na PR-170, como ocorre agora. Porém, sobre os desníveis, alegou que estes seriam “decorrentes de serras”.

A OBRA

De acordo com informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Guarapuava, as obras de melhoria devem ser concluídas em cerca de 25 dias. A prefeitura não informou, entretanto, quantos quilômetros da PR-170 estão recebendo as obras. Em julho, quando o Portal RSN conversou com representantes do DER, esta quilometragem também não havia sido informada.

Hoje, as intervenções nas terceiras faixas no perímetro de Guarapuava ocorrem pelo Contrato de Conversação Rotineira de Pavimentos (COP II), renovado em julho deste ano. Neste contrato, nas terceiras faixas entre Guarapuava e Entre Rios, serão executados serviços como valeteamento lateral, remendo profundo, fresagem, drenos e reperfilagem. Não faz parte deste novo contrato, entretanto, a execução novas faixas em mais trechos da PR-170.

“Essa rodovia é uma das mais importantes e utilizadas da região. Além de ligar Guarapuava ao Distrito de Entre Rios a estrada liga a cidade a outros municípios vizinho como Pinhão. A obra era uma demanda não só de caminhoneiros e motoristas que trafegam na via, mas também dos moradores dessas cidades permeadas pela PR 170”, disse o prefeito Cesar Silvestri Filho. Parte dos recursos utilizados neste trecho foram viabilizados por meio de solicitação feita por Cristina Silvestri.

Relacionadas

UTILIDADE PÚBLICA

Energisa divulga desligamento programado para Guarapuava

MAIS CONFIRMAÇÕES

Guarapuava registra cinco novos casos de covid-19 em 24h

BALANÇO SEMESTRAL

Polícia Ambiental registra aumento de prisões e resgates de animais

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com