Trabalhando com acolhimento de crianças guarapuavanas, associação precisa de doações

Criada há 45 anos, a Associação Canaã acolhe crianças e adolescentes que já estiveram em vulnerabilidade social

(Foto: Divulgação)

Transformar vidas, dando a elas uma esperança que, talvez, nunca antes tiveram. É partindo desse pressuposto que, desde 1973, a Associação Canaã trabalha com crianças e adolescentes que já estiveram em situação de vulnerabilidade social em Guarapuava. Atualmente, 20 crianças são atendidas no espaço. Porém, para continuar o trabalho, a entidade precisa de ajuda.

Instalada em uma fazenda no distrito de Entre Rios, a Associação Canaã possui quatro casas, cada uma com um casal de pais sociais que cuidam integralmente de crianças e adolescentes, oportunizando o desenvolvimento físico, psicológico, social e espiritual, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente.

De acordo com Anderson Kasnocha, diretor da associação, o objetivo é mediar uma possível reconstrução dos vínculos familiares e a reintegração do acolhido à comunidade.

“Queremos possibilitar que a criança e adolescente participem de cursos e atividades extra escolares, assim como o incentivo à formação e capacitação para inserção do jovem ao mercado de trabalho”.

As crianças e adolescentes que estão acolhidos na associação atualmente trazem marcas e histórias que envolvem diversas formas de abusos e agressões por parte dos pais e responsáveis, sejam eles físicos, morais, psicológicos ou sexuais. Em alguns casos, crianças eram obrigadas a cooperar com crimes de tráfico de armas e assaltos. Em outros, abusos sexuais foram em crianças desde cinco até os 12 anos.

“De todos os casos de crianças que sofreram abusos sexuais, todos os abusadores foram presos, graças ao trabalho da associação com a polícia”.

AUXÍLIO

Para continuar realizando seu trabalho de acolhimento, a entidade precisa de doações. Para se tornar mais conhecida, a associação lançou a nova identidade visual, criada pela Agência Hey!, de Guarapuava.

“Precisamos fazer a instituição conhecida, e uma marca forte como essa é importante para que possamos ser vistos. Acreditamos que com um trabalho profissional como esse, será mais fácil alcançar mais pessoas e empresas, já que precisamos de parcerias para continuar mantendo este trabalho tão importante”, enfatiza Kasnocha.

É possível ajudar a associação com a doação de materiais de limpeza, higiene pessoal, alimentação, além de peças de vestuário, brinquedos e itens diversas que envolvam o cotidiano de crianças e adolescentes. Doações em dinheiro também são aceitas.

Para ajudar, acesse o site ou ligue para o (42) 3631-1019.

Campanha de valorização desenvolvida pela Hey! (Imagem: Divulgação)

Relacionadas

PROGRAMSE-SE

'Trenzinho de Luz' oferece passeio gratuito pela 'Cidade dos Lagos'

MORADIA

Famílias recebem casa própria em Santa Maria do Oeste

CANDÓI

Manifestação pede que lei contra maus tratos de animais seja cumprida

Comentários