Unicentro abre as inscrições para o Vestibular EaD

A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), em convênio com a Universidade Aberta do Brasil (UAB), promove a realização do Vestibular EaD. As inscrições seguem até o dia 21 de abril e as provas serão aplicadas no dia 25 de maio, nos polos regionais em sete cidades. 

O processo seletivo, voltado para o preenchimento de vagas dos cursos na modalidade a distância, oferta 440 vagas para dois cursos de graduação, divididas em: 240 vagas para o curso de Bacharelado em Administração Pública, ofertado nos polos regionais de Apucarana, Flor da Serra da Sul, Ivaiporã e Laranjeiras do Sul, e 200 vagas para o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, nos polos regionais de Pinhão, Ibaiti, Itambé, Laranjeiras do Sul e Prudentópolis. 

As vagas serão preenchidas por meio de dois sistemas de classificação: sistema universal e sistema de cotas para candidatos vindos de instituições públicas de ensino. Os candidatos interessados em participar das cotas sociais devem sinalizar a opção no ato de inscrição do vestibular. 

As inscrições, abertas de 7 a 21 de abril, devem ser feitas pelo site Vestibular EaD (www.unicentro.br/vestibular), nele também está disponível o edital com toda a documentação necessária. Após preencher o requerimento, o candidato deve imprimi-lo e pagar o boleto da inscrição, no valor de R$ 100. 

As provas serão realizadas nos polos de Ensino a Distância em que estão sendo ofertadas as vagas, no dia 25 de maio de 2014, com início às 14 horas e término às 18 horas. O resultado será divulgado no dia 13 de junho. Se aprovado no processo seletivo, o candidato deve efetuar a pré-matrícula diretamente no sistema de controle acadêmico, de acordo com os prazos estabelecidos no boletim informativo da Pró-Reitoria de Ensino, distribuídos ao final da realização da prova. 

Relacionadas

EDUCAÇÃO

PR é exemplo de prevenção na aplicação da prova do Enem, diz ministro da Educação

Matrículas para cursos técnicos são prorrogadas até 19 de janeiro

MUDANÇAS

Ratinho Junior sanciona lei que altera regras das escolas cívico-militares

Comentários