Unicentro doa máscaras cirúrgicas para bombeiros de Guarapuava

As máscaras doadas são confeccionadas pelas integrantes da Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati), que estão fazendo este trabalho voluntariamente

Ao todo, 272 máscaras foram entregues para a corporação em Guarapuava (Foto: Ascom/Unicentro)

Em uma das aulas não-presenciais do curso de Enfermagem da Unicentro, a professora Maria Regiane Trincaus, recorreu a um caso recente, ocorrido em Londrina, para exemplificar um dos conteúdos ministrados para os estudantes do terceiro ano. E como na turma havia um bombeiro, ela aproveitou para saber como estavam sendo feitos os atendimentos de acidentes pelo grupamento de Guarapuava.

Ela explicou que ela e os alunos discutiam sobre situações de acidente. “Eu questionei ele, se eles estavam colocando máscara nas vítimas de acidentes, por causa da situação que teve na Santa Casa de Londrina. Na ocasião, o Corpo de Bombeiros, atendeu uma vítima de acidente e ela estava contaminada com a Covid-19 e acabou contaminando mais de 96 funcionários dentro do hospital”.

Desse modo, o acadêmico Fábio Lara, que é soldado do Corpo de Bombeiros, compartilhou que todos os membros da corporação estão usado máscaras todo o tempo. “Nós utilizamos as máscaras de tecido. Em cada ocorrência que saímos, normalmente é uma máscara nova que precisamos utilizar. Então, a nossa demanda é muito grande”.

Foi assim, então, que a professora Regiane, coordenadora do mutirão de produção de máscaras cirúrgicas na Unicentro, percebeu que a universidade poderia colaborar com o Corpo de Bombeiros nesse momento. “Perguntei se eles queriam testar essa máscara, se facilitaria o trabalho deles e ele aceitou”.

MÁSCARAS DE MANTA CIRÚRGICA

A conversa virtual de sala de aula resultou na entrega, nesta semana, de 272 máscaras faciais ao Grupamento de Bombeiros local. A tenente Karen Pedrosa Pulga explicou em quais situações elas serão utilizadas. “Vão ser utilizadas, principalmente, na nossa atividade fim, em atendimentos a emergências, atendimentos pré-hospitalares na nossa comunidade de Guarapuava e Região”.

As máscaras doadas são confeccionadas pelas integrantes da Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati), que estão fazendo este trabalho voluntariamente de casa, costurando com suas próprias máquinas.

Já a matéria-prima utilizada por elas é comprada pela Clínica Escola de Órtese e Prótese da Unicentro. As máscaras são produzidas a partir de manta cirúrgica, uma espécie de TNT estéril que pode ser lavado e reutilizado com total segurança. Por fim, Fábio destacou a importância das doações. “Com certeza, é uma ajuda para o nosso trabalho, para segurança nossa e da população que a gente atende.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

AJUDA URGENTE

'Vidas por Vidas' faz rifa solidária para não fechar as portas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

SONHO REALIZADO

Governo regulamenta terras de pequenos produtores em Candói

Comentários