UTFPR é a instituição mais eficiente, segundo o MEC

A UTFPR aparece como a instituição mais eficiente ao lado de outras universidades federais conforme levantamento feito pelo MEC

Gráfico divulgado pelo MEC demonstra instituições avaliadas (Imagem: Divulgação)

O Ministério da Educação (MEC) anunciou a liberação de mais R$ 125 milhões para as universidades federais. Assim, conforme o ministério o objetivo é distribuir o recurso conforme os resultados alcançados pelas instituições ao longo do ano de 2019.

Neste quesito, a UTFPR aparece como a instituição mais eficiente ao lado das universidades federais do ABC (UFABC), Ceará (UFC) e Lavras (UFLA), conforme levantamento feito pelo Ministério entre as 63 universidades federais brasileiras.

Além disso, ao todo, R$ 37,5 milhões serão distribuídos premiando as instituições com melhor desempenho. Desse montante, a UTFPR receberá R$ 2,6 milhões; segundo a Secretaria de Educação Superior do MEC.

De acordo com a instituição, do total da verba, 35% serão destinados a conclusão de obras em andamento nas instituições e, os outros 65%, destinados a instalação de painéis solares nas universidades. Os recursos devem ser descentralizados ainda neste final de ano.

UTFPR explica como vai investir recursos recebidos pelo MEC (Foto: Ascom/UTFPR)

FAIXAS DE QUALIDADE

Com relação ao desempenho, as instituições foram distribuídas entre cinco faixas de qualidade, de maneira que, quanto maior a faixa, melhor o desempenho na graduação e pós-graduação. Além disso, já com relação ao custo aluno, as 63 universidades foram distribuídas entre as cinco faixas de eficiência, de maneira que quanto maior a faixa, menor o valor por aluno recebido pela instituição durante o ano.

Segundo Sesu, essa descentralização diferenciada dos investimentos representará uma economia de R$ 25,5 milhões ao ano para a pasta.
Em Guarapuava, serão instaladas oito unidades de painéis solares, com uma previsão de 40% de economia de energia na Universidade.
O gráfico apresentado pela SESU/MEC mostra a UTFPR, junto com a UFC, UFLA e FABC, no topo da faixa de eficiência e faixa de qualidade.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DESENVOLVIMENTO

Construção Civil registra crescimento significativo em Guarapuava

ECONOMIA

Inflação dos aluguéis acumula taxa de 7,91% em 12 meses, diz FGV

EDUCAÇÃO

Após erro no Enem o prazo de inscrição do Sisu é ampliado

Comentários