Vândalos depredam imagens da Via Sacra em Guarapuava

Os vândalos depredaram imagens de pelo menos três dos 15 marcos da Via Sacra. Moradores estão indignados com a ação dos marginais

Vândalos depredam imagens da Via Sacra em Guarapuava (Foto: Leitor/RSN)

O Portal RSN mostrou no domingo (30), o projeto de instalação de uma Via Sacra que está mudando a paisagem da avenida Serafim Ribas Camargo em Guarapuava. Porém, antes mesmo do trabalho ser finalizado, vândalos já deixaram marcas de destruição.

Conforme imagens enviadas ao Portal, as depredações ocorreram próximo da Codapar. A atitude pegou de surpresa os moradores. E deixou muita gente indignada.

(Foto: Leitor/RSN)

É um absurdo. Nem está inaugurada a Via Sacra, e a gente vê isso. Falta de civismo, de educação e respeito. É lamentável.

Conforme moradores, pelos menos três dos 15 marcos foram atacados e tiveram danos. De acordo com diretor de Turismo de Guarapuava, Márcio de Sequeira, é lamentável que isso tenha ocorrido. “É um desrespeito. Não dá nem para chamar de cidadãos as pessoas que fizeram isso”.

De acordo com o diretor de turismo, “registamos boletim de ocorrência e vamos refazer os trabalhos”. O diretor de Turismo do município pede entretanto, que a comunidade denuncie caso tenha informações. Imagens ou vídeos de quem cometeu a depredação podem ajudar na identificação. Por isso, conforme Márcio, basta ligar para a Secretaria de Turismo, no telefone: (42) 3621-3095.

PEDIDO

Assim, as grandes pedras estão distribuídas no percurso que se inicia no Santuário de Schöenstatt e termina na Igreja Santa Cruz. Desse modo, o trajeto de 3.700 metros foi demarcado a cada cerca de 230 metros com uma estação.

Faltam só 2 esculturas. Uma está na fase de pintura. E a outra estou fazendo. As placas e os canteiros de flores ao redor dos marcos. Mais duas semanas e fica tudo pronto.

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção (Foto: Divulgação)

Conforme Márcio, o projeto iniciado no fim de 2017, vai integrar o roteiro do turismo religioso do município. Assim, em 2017 a comunidade da Igreja Católica de Rito Ucraniano do bairro Boqueirão (igreja São Nicolau), encaminhou um ofício à prefeitura.

“A comunidade pediu a colocação de alguns marcos religiosos na avenida Serafim Ribas Camargo”. Por fim, conforme Márcio, os marcos lembram o caminho percorrido por Jesus Cristo até a crucificação.

(Foto: Divulgação)

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CALORÃO EM GUARAPUAVA

Altas temperaturas marcam o 1º fim de semana da Primavera

COM SEGURANÇA

Ação educativa 'Café na Passarela' ocorreu nesta sexta (25) na BR-277

CONVITE

Crescer sem deixar ninguém para trás!

Comentários