Velório de Filomena vai começar por volta das 17h na Capela Batel

Filomena foi vítima de atropelamento neste domingo. Autor está sendo procurado pela polícia e ainda não há informações oficiais sobre a sua identidade

Filomena Schepansky (Foto: Reprodução/Paraná Central)

O início do velório de Filomena Schepansky, 70 anos, vítima de atropelamento fatal na Avenida Moacyr Júlio Silvestri, deve começar por volta das 17h deste domingo (12). De acordo com a Central de Triagem, será na Capela Batel. O sepultamento está marcado para às 13h30 desta segunda (13), no cemitério Santa Terezinha.

Conforme a Polícia Militar, testemunhas do acidente que ocorreu por volta das 7h30 deste domingo (12),  um veículo BMW/M3 Sedan, transitava em alta velocidade pela avenida Moacyr Júlio Silvestri no sentido Centro da cidade.

Na avenida ainda marcas da frenagem (Foto: Larissa Ortiz/RSN)

OMISSÃO DE SOCORRO

Porém, o motorista perdeu o controle do veículo e atropelou Filomena que caminhava no canteiro da avenida. Ela estava acompanhada por outra senhora, de 79 anos de idade. Ambas iam à missa na Matriz da Igreja Santa Terezinha.

A morte violenta provocou revolta e comoção, já que Filomena era uma pessoa ligada a movimentos católicos e enfermeira aposentada muito conhecida na cidade.

Ainda segundo relato de testemunhas para a PM, logo após, o condutor desceu do veículo, olhou a senhora machucada, e fugiu em seguida, sem prestar socorro. Populares chegaram a fotografar o suspeito. Filomena estava lúcida, porém com fraturas expostas nas duas pernas. Ela morreu no hospital após hemorragia interna.

Policiais na casa do suspeito (Foto: Leitor/Portal RSN)

Embora nas redes sociais circulem fotos e o nome do suposto autor do atropelamento, o Portal RSN ainda não conseguiu confirmação oficial sobre a autoria.

Porém, a Polícia Militar confirmou que esteve na casa do suspeito após o acidente. Vizinhos também disseram que a polícia esteve na casa, mas que o suspeito não foi visto. O RSN tentou contato com familiares, mas não conseguiu obter maiores informações. A princípio, conforme informações preliminares, a família se encontra em Balneário Camboriú (SC).

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

Relacionadas

AULA INAUGURAL

UniGuairacá dá início às atividades da 2ª turma de mestrado profissional

RECONHECIMENTO

UniGuairacá recebe moção de aplausos por 15 anos de existência

MERCADO EM ALTA

Oportunidades de trabalho para engenheiro civil crescem mesmo durante pandemia

Comentários