Vereador de Guarapuava é investigado por venda de Cytotec

A Polícia Civil, deflagrou a 2ª fase da Operação Petrus. De acordo com a PC, um vereador de Guarapuava e a esposa estariam vendendo remédio abortivo

A Polícia Civil, deflagrou a 2ª fase da Operação Petrus (Foto: Ascom/Polícia Civil)

Nesta terça (7) a Polícia Civil, por meio do Setor de Narcóticos, iniciou mais uma investigação, agora da 2ª fase da Operação Petrus, comandada pelo delegado Bruno Miranda Maciozek. Assim, a equipe descobriu que um casal que já tinha sido preso por tráfico, continuava intermediando a venda de Cytotec, remédio abortivo.

De acordo com a polícia, os medicamentos eram fornecidos por um vereador de Guarapuava e pela esposa dele, a Polícia Civil não divulgou o nome dos suspeitos. O esquema foi descoberto porque eles venderam os comprimidos para uma jovem que queria abortar. O procedimento ocorreu em abril deste ano.

Desse modo, foi solicitado busca ao Poder Judiciário, e hoje foi dado cumprimento em cinco mandados de busca e apreensão na residência e gabinete do vereador. Além disso, foram apreendidos documentos e celulares que vão ajudar a continuar a investigação. Na fase anterior, um homem foi preso por estar traficando cocaína a jovens de classe média alta de Guarapuava.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Nenhum caso de covid-19 foi confirmado em Guarapuava neste sábado

CAMPANHA

Número de doações de medula óssea cai 30% devido à pandemia

COMEMORANDO O 1º ANIVER

Major Cubas completa primeiro ano no comando do 16º BPM

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com