Bastidores ‘fervem’ o caldeirão da política em Guarapuava e Região

Confira o que 'rola' nos últimos preparativos para as eleições municipais em Guarapuava. Leia também os temas que são pauta do dia

AFUNILANDO

Bastidores ‘fervem’ o caldeirão da política em Guarapuava e Região (Foto: Divulgação)

Um encontro entre o pré-candidato a prefeito Celso Goes e o advogado Samuel Ribas aprofundou a possibilidade de aliança entre o Cidadania e o PSD. O encontro foi num dos cafés da cidade nessa terça (8). Samuel estreia na política sendo o mais cotado para ser o vice na chapa encabeçada por Goes. Dessa forma, a coligação, se confirmada, somará ao Cidadania, ao Podemos, ao PSDB e ao PP. Porém, os principais cabos eleitorais serão os nomes do ex-prefeito Fernando Ribas Carli (PSD) e do atual prefeito Cesar Silvestri Filho (Podemos). Mas há também os deputados Cristina Silvestri e Rubens Bueno que não podem ser ignorados.

Aliás, na conversa de ontem (8) quem figurou foi o deputado Estacho e o vereador Germano Toledo Alves. O vereador foi um dos maiores defensores da pré-candidatura do vice-prefeito Itacir Vezzaro na disputa interna contra Celso Goes. É que ambos disputavam o apoio do grupo de Cesar Filho. Como não deu, os pés do vereador mudaram de canoa.

DE PONTA A PONTA

O prefeito Cesar Silvestri Filho está otimista quanto à possibilidade de eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores pelo ‘Podemos’. Ele preside o partido no Paraná. De acordo com informações repassadas à ‘Política em Rede’, Cesar Filho disse que o ‘Podemos’ possui candidaturas viáveis desde Paranaguá até Foz do Iguaçu.

NA CABEÇA

Nas hostes petistas a campanha do médico Dr. Antenor com o advogado João Nieckars terá a coordenação do também médico Antonio França Araújo. O jornalista Fernando Esteche também deve estar na ‘cabeça’ ao lado de Araújo.

INDECISO

(Foto: Ascom)

Entretanto, quem ainda não se pronunciou sobre para que lado vai é o Grupo Mattos Leão. Assediado por pré-candidatos a prefeito, o grupo não esconde a preferência pelo ex-prefeito Vitor Hugo Burko (DEM).

Porém, a inelegibilidade de Burko é dada como certa, embora ele negue com todas as letras. Caso isso seja confirmado, um dos nomes cogitados para ser içado à vaga de pré-candidato a prefeito é o empresário Thiago Pfann.

Membro do Conselho Deliberativo da Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG), Thiago pode ser um dos novos nomes da política guarapuavana. De saída já teria o apoio do agronegócio e de boa parte da classe empresarial.

UM LÁ, OUTRO CÁ

Um fato inusitado nas eleições deste ano marca o casal Luzia Noriler e Edson Crema Filho. A advogada é pré-candidata a prefeita em Guarapuava pelo ‘Patriota’. Além disso, o esposo, o médico Crema Filho também está na disputa pela Prefeitura. Só que em Pinhão. Vale lembrar que Luzia é oriunda de Pinhão e o médico é guarapuavano.

ELAS TÊM A FORÇA

Será que as mulheres já se deram conta que pela primeira na política eletiva têm os homens nas mãos? Isso porque na matemática das eleições, uma candidata mulher equivale a dois candidatos. Sim! Se uma pré-candidata desiste são duas vagas masculinas a menos na chapa para vereador. Assim sendo, elas podem ‘fechar o cerco’ em torno do apoio que praticamente nunca tiveram. Caso contrário, não passarão de ‘números’ para atender a legislação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

DELÍCIA LOCAL

Hoje (3) é dia de pastel da Catedral em Guarapuava

EM LUTO

Despedida de George Karam será restrito à família em Guarapuava

LUTO

Morre o médico pediatra George Karam por complicações da covid-19

Comentários