Bastidores ‘fervem’ o caldeirão da política em Guarapuava e Região

Confira o que 'rola' nos últimos preparativos para as eleições municipais em Guarapuava. Leia também os temas que são pauta do dia

AFUNILANDO

Bastidores ‘fervem’ o caldeirão da política em Guarapuava e Região (Foto: Divulgação)

Um encontro entre o pré-candidato a prefeito Celso Goes e o advogado Samuel Ribas aprofundou a possibilidade de aliança entre o Cidadania e o PSD. O encontro foi num dos cafés da cidade nessa terça (8). Samuel estreia na política sendo o mais cotado para ser o vice na chapa encabeçada por Goes. Dessa forma, a coligação, se confirmada, somará ao Cidadania, ao Podemos, ao PSDB e ao PP. Porém, os principais cabos eleitorais serão os nomes do ex-prefeito Fernando Ribas Carli (PSD) e do atual prefeito Cesar Silvestri Filho (Podemos). Mas há também os deputados Cristina Silvestri e Rubens Bueno que não podem ser ignorados.

Aliás, na conversa de ontem (8) quem figurou foi o deputado Estacho e o vereador Germano Toledo Alves. O vereador foi um dos maiores defensores da pré-candidatura do vice-prefeito Itacir Vezzaro na disputa interna contra Celso Goes. É que ambos disputavam o apoio do grupo de Cesar Filho. Como não deu, os pés do vereador mudaram de canoa.

DE PONTA A PONTA

O prefeito Cesar Silvestri Filho está otimista quanto à possibilidade de eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores pelo ‘Podemos’. Ele preside o partido no Paraná. De acordo com informações repassadas à ‘Política em Rede’, Cesar Filho disse que o ‘Podemos’ possui candidaturas viáveis desde Paranaguá até Foz do Iguaçu.

NA CABEÇA

Nas hostes petistas a campanha do médico Dr. Antenor com o advogado João Nieckars terá a coordenação do também médico Antonio França Araújo. O jornalista Fernando Esteche também deve estar na ‘cabeça’ ao lado de Araújo.

INDECISO

(Foto: Ascom)

Entretanto, quem ainda não se pronunciou sobre para que lado vai é o Grupo Mattos Leão. Assediado por pré-candidatos a prefeito, o grupo não esconde a preferência pelo ex-prefeito Vitor Hugo Burko (DEM).

Porém, a inelegibilidade de Burko é dada como certa, embora ele negue com todas as letras. Caso isso seja confirmado, um dos nomes cogitados para ser içado à vaga de pré-candidato a prefeito é o empresário Thiago Pfann.

Membro do Conselho Deliberativo da Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG), Thiago pode ser um dos novos nomes da política guarapuavana. De saída já teria o apoio do agronegócio e de boa parte da classe empresarial.

UM LÁ, OUTRO CÁ

Um fato inusitado nas eleições deste ano marca o casal Luzia Noriler e Edson Crema Filho. A advogada é pré-candidata a prefeita em Guarapuava pelo ‘Patriota’. Além disso, o esposo, o médico Crema Filho também está na disputa pela Prefeitura. Só que em Pinhão. Vale lembrar que Luzia é oriunda de Pinhão e o médico é guarapuavano.

ELAS TÊM A FORÇA

Será que as mulheres já se deram conta que pela primeira na política eletiva têm os homens nas mãos? Isso porque na matemática das eleições, uma candidata mulher equivale a dois candidatos. Sim! Se uma pré-candidata desiste são duas vagas masculinas a menos na chapa para vereador. Assim sendo, elas podem ‘fechar o cerco’ em torno do apoio que praticamente nunca tiveram. Caso contrário, não passarão de ‘números’ para atender a legislação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

DROGA

Traficante é preso com 250 quilos de maconha em Guarapuava

MAIORIA DECIDIU

Consulta pública mantém suspensão de aulas presenciais em Guarapuava

FIM DOS TEMPOS

PM termina com festa que tinha 70 pessoas em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com