Comunidade fortalece mobilização contra o fim do ‘Rubem de Melo’

De acordo com o presidente do Grêmio Madeirit, Pedro Gonçalves, a notícia publicada no Portal RSN repercutiu muito e as adesões aumentaram

Comunidade fortalece mobilização contra o fim do ‘Rubem de Melo’ (Foto: Grêmio Madeirit)

A comunidade esportiva de Guarapuava será chamada a ‘engrossar’ a mobilização que objetiva impedir que o estádio ‘Rubem de Melo’ seja arrematado.  O estádio é sede da equipe de esporte amador Madeirit, a única de Guarapuava a ser campeã da Taça Paraná.

Conforme a história do esporte amador, a área de 19 mil metros quadrados que vem sendo ocupada há 65 anos, foi incluída na massa falida da antiga Indústria Madeirit. A segunda chamada do leilão será nesta segunda (29) com 50% do valor avaliado. De acordo com o edital do leilão, no total são nove lotes, entre imóveis, terrenos, materiais de escritório, maquinários e sucatas, que juntos somam R$ 37.125.407,91 milhões.

De acordo com o líder comunitário Paulo Lima, que integra a Associação de Moradores reunindo as vilas Operária e Mirim, nesta quinta (25) ele conversou com o presidente do Grêmio Esportivo e Recreativo Madeirit, Pedro Aurélio Gonçalves. A intenção é intensificar a mobilização da comunidade.

“Já levei um pedido ao prefeito Cesar Filho para que a prefeitura encontre uma maneira legal de impedir o fim do estádio”. De acordo com Paulo Lima, uma das alternativas seria permutar uma área do município com aquela que abriga o estádio”.

ABAIXO-ASSINADO ON-LINE

Segundo Pedro Gonçalves, está sendo formatado um abaixo-assinado eletrônico que vai conseguir adesões contra o fim do estádio. “Vamos conseguir muitas assinaturas já que a comunidade está organizada contra essa perda”. O documento será para sensibilizar os interessados no leilão.

Conforme Paulo, a intenção é conquistar definitivamente o espaço. “É um local que serve à comunidade, não apenas na área esportiva, mas também na área social”.

Entretanto, paralelamente, tramita no Tribunal de Justiça do Paraná um pedido judicial de usucapião feito pela assessoria jurídica da agremiação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

UTILIDADE PÚBLICA

Obras impedem tráfego em ruas do Centro de Guarapuava

QUEDA DO WHATS

Em tempo de conexão, queda do WhatsApp deixa usuários apreensivos

BOA NOTÍCIA

Curados da covid-19 chegam a quase 100% em Pinhão

Comentários