Decisão de ministro do STF pode colocar Lula em liberdade

PT quer que decisão seja cumprida ainda nesta quarta feira (19)

O ex-presidente Lula (Foto: Divulgação)

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva será colocado em liberdade por uma decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). Às 14h desta quarta feira (19) ele concedeu liminar para libertar todos os condenados em segunda instância, mas que ainda possuem recurso pedente de julgamento e cuja sentença ainda não transitou em julgado. A decisão beneficia Lula, que está preso em Curitiba desde 7 de abril.

A decisão do ministro é individual e atende a um pedido do PC do B para suspender a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. A defesa de Lula pedirá ainda hoje a liberdade do ex-presidente.

“Acabamos de peticionar a solicitação do alvará de soltura para Lula. Abrimos mão do exame de corpo de delito”, anunciou a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Como a decisão foi tomada no último dia de funcionamento do STF antes do recesso, não haverá tempo de levar o caso ao plenário. Entretanto, a partir desta quinta (20), quando começa oficialmente o recesso no tribunal, o presidente da corte, Dias Toffoli, pode suspender a decisão de Marco Aurélio.

De acordo com Gleisi, como a decisão de Mello ainda pode ser revertida, a senadora apela para que a militância intensifique a campanha Lula Livre nas redes sociais para que o ex-presidente seja libertado ainda hoje (19).

Relacionadas

DENUNCIE

No Brasil, uma mulher é vítima de assassinato a cada nove horas

LUTO

Morre o jornalista Fernando Vannucci aos 69 anos em São Paulo

LUTA ANTI-RACISTA

No Dia da Consciência Negra e no ano todo a luta é por igualdade racial

Comentários