Energisa inicia a construção 1ª Subestação SE em Guarapuava

Paralelamente à construção da primeira subestação, a empresa está em fase de execução das obras da Linha de Distribuição de 138 mil volts

A empresa está em fase de execução das obras da Linha de Distribuição de 138 mil volts (Foto: Assessoria/Energisa)

Pensando em garantir uma nova fonte de suprimento de energia para suportar o crescimento de Guarapuava nos próximos 10 anos, a Energisa Sul-Sudeste está iniciando a construção da primeira Subestação (SE) no município: a SE Guarapuava II.

De acordo com a empresa, uma equipe também está em fase de execução das obras da Linha de Distribuição de 138 mil volts. Ambas as obras representam um investimento de mais de R$ 12 milhões que contemplam o plano de melhorias idealizado para a cidade de Guarapuava.

A futura SE Guarapuava II ficará no bairro Conradinho. A subestação terá capacidade de garantir a continuidade do fornecimento de energia para o município, caso alguma ocorrência afete as subestações atuais que atendem a cidade. Dessa maneira, vai garantir a energia necessária para o crescimento do município, já que as antigas subestações existentes em Guarapuava estão chegando ao limite de capacidade.

De acordo com Gabriel Alves Pereira Junior, diretor-presidente da Energisa Sul-Sudeste, a subestação será totalmente automatizada. “Dessa maneira, vamos trazer mais segurança para o município. É mais segurança operacional e maior rapidez no restabelecimento da energia em momentos de emergência, como por exemplo, durante tempestades. Ela representa o maior investimento elétrico já feito em toda a história da distribuição de energia de Guarapuava”.

Com isso, a nova linha de distribuição de 4,2 km de extensão passará por alguns trechos da área urbana, pelos bairros Conradinho, Bonsucesso e Vila Carli e interligará a subestação Guarapuava II ao sistema elétrico da Copel, na subestação Vila Carli. Assim, criando uma nova alternativa de distribuição de energia para a cidade.

INTERVENÇÕES

Durante a execução das obras vão ser feitas algumas intervenções em trechos das vias por onde a linha será construída. Os locais vão contar com sinalização para garantir a segurança da população e possibilitar a intervenção dos profissionais envolvidos na construção do empreendimento.

Conforme o diretor-presidente, isso poderá gerar algum impacto de mobilidade. “Desde já pedimos a compreensão dos moradores e comerciantes que se localizam nestes trechos. Sabemos que a rotina vai sofrer algumas alterações, mas elas são necessárias para que o serviço seja feito com segurança para quem trafega pela Região e também para as equipes de trabalho envolvidas no projeto”.

Confira as ruas e avenidas da nova LD Guarapuava.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOA SORTE!

Nota Paraná sorteia R$ 10 milhões em prêmios nesta terça (14)

AGRICULTURA

Nova modalidade do PAA vai atender pequenos produtores individuais

COVID-19

Guarapuava chegou aos 304 confirmados de covid-19

Comentários