MEC anuncia novas datas para provas do Enem 2020

A versão impressa foi remarcada para os dias 17 e 24 de janeiro, já a digital será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro

Sendo assim, a versão impressa da prova foi remarcada para os dias 17 e 24 de janeiro (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Devido a pandemia causada pela covid-19, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi adiado e tem nova data definida para aplicação da versão impressa que será nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021.

O novo calendário foi divulgado ontem (8), em uma coletiva de imprensa transmitida pela internet, que contou com a presença do secretário executivo da pasta, Antonio Paulo Vogel, que é o ministro interino, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes.

Já a versão digital da prova deve ser aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Além disso, a reaplicação dos exames está marcada para os dias 24 e 25 de fevereiro do ano que vem. Os resultados serão divulgados no dia 29 de março.

DECISÃO

Além disso, na divulgação das novas datas Vogel apontou a definição foi feita após diálogo com as secretarias estaduais de Educação e entidades que representam as instituições de ensino superior.  “Entendemos que essa decisão não é uma decisão perfeita e maravilhosa para todos. Sabemos que não é. Então, buscamos uma solução técnica, tentando ver a data que melhor se adeque a todos”.

Segundo o presidente do Inep, Alexandre Lopes, serão adotadas medidas sanitárias durante a aplicação das provas, como uso de álcool gel e distanciamento adequado entre os estudantes. Os protocolos sanitários para aplicação das provas vão gerar um custo adicional de cerca de R$ 70 milhões para o governo federal.

“Estamos prontos para fazer essa execução em janeiro. Desse modo, estamos adotando as medidas necessárias, junto ao consórcio aplicador, para garantir a segurança sanitária durante a aplicação da prova. Então, as medidas são relativas ao uso de álcool gel, uso de máscara, distanciamento e quantidade a alunos nas salas de aplicação do exame”.

CONSULTA PÚBLICA

Em junho, o Inep fez uma enquete virtual para saber em quais datas os estudantes gostariam de fazer a prova. Entretanto, pelo levantamento, 49,7% dos estudantes preferiam que o Enem impresso fosse aplicado em 2 e 9 de maio de 2021 e o Enem digital em 16 e 23 de maio.

Assim, ao comentar a decisão, Lopes disse que levou em conta as opiniões das instituições de ensino e das secretarias de educação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

FGTS NA CONTA

Caixa credita saque emergencial do FGTS para nascidos em julho

RETOMADA

Reabertura das agências do INSS é adiada para 24 de agosto

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Jovens devem se alistar até dia 30 de setembro

Comentários