Policiais penais denunciam precariedade na prevenção ao coronavírus

As reclamações vão desde a falta de álcool gel e máscaras até a movimentação de presos que está suspensa por decreto, mas ainda ocorre em algumas unidades

Policiais penais denunciam condições precárias de prevenção ao coronavírus (Foto: Joka Madruga)

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarpen) informou nesta sexta (17), que está recebendo reclamações sobre as condições precárias de prevenção ao coronavírus nas penitenciárias do Estado. Segundo o sindicato, há falta de álcool gel, termômetros e máscaras em modelos adequados.

De acordo com o Sindarpen, os presídios são “ambientes de confinamento e de grande número de pessoas. A todo o momento, o cuidado é necessário. Esses materiais de proteção precisam estar disponibilizados em número suficiente para todos os trabalhadores”.

Conforme a reclamação de um policial penal da Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu, não é possível usar as máscaras recebidas. “Recebemos as máscaras feitas por presos que vieram todas em tamanho pequeno”.

“SEM TRIAGEM”

Apesar do Decreto 4230, do Governo do Estado, e a Resolução da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Administração Penitenciária, terem suspendido a movimentação de presos, essa atividade ainda permanece em muitas unidades penais e sem triagem para o coronavírus.

Um outro policial penal, só que da Casa de Custódia de Piraquara, relatou ao sindicato que os presos continuam chegando sem fazer qualquer triagem. “Só hoje chegaram 100 presos. Além disso, a ordem foi que fizéssemos mudanças nas celas, o que acaba fazendo aglomeração”.

Assim, o maior problema, segundo um policial penal da Casa de Custódia de Maringá, é o” recebimento de presos vindos de delegacias, sem qualquer orientação para os servidores e sem triagem também”.

Por fim, a Diretoria do Sindarpen informou que vem notificando as autoridades competentes e as chefias das unidades. Diante dos casos de negligência com a saúde dos funcionários e dos presos, o sindicato disse estar denunciando todos os atos e acionado o departamento jurídico.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

SONHO REALIZADO

Governo regulamenta terras de pequenos produtores em Candói

SOLIDARIEDADE

Cantor católico faz live beneficente no sábado (18) em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com