Sociedade nacional em favor do vegetarianismo chega em Guarapuava

A Sociedade Vegetariana Brasileira estimula a diminuição ou o não consumo da carne. E como essas escolhas afetam a nossa saúde e o planeta

Sociedade nacional em favor do vegetarianismo chega em Guarapuava (Foto: Reprodução/Pixabay)

O vegetarianismo tem crescido em todo país e a Sociedade Vegetariana Brasileira é prova disso. A organização em favor dos animais e da consciência quanto ao consumo de carne chegou recentemente em Guarapuava. Promovendo ações como a ‘Segunda Sem Carne’ difundida em todo mundo e trazendo informações para quem quer mudar os hábitos alimentares.

Com postagens engraçadas e também informações sobre questionamentos comuns, o grupo atua na Região, principalmente pelas redes sociais. Mas, por que tornar-se vegetariano? Essa é a questão que muitos tem curiosidade de saber ao ouvir que um amigo, familiar ou conhecido adotou esse estilo de vida.

Para Júlia Stremel Szcesny, embaixadora da SVB em Guarapuava, essa questão é comum. Vegetariana, ela foi influenciada por Paul McCartney, grande embaixador da ‘Segunda Sem Carne’ no Reino Unido. Assim, ela deixou de comer carne às segundas, até que não fez mais sentido continuar. “Porque percebi que não valia a pena causar tanto sofrimento e danos ambientais pelo paladar.”

De acordo com a jovem, até então não existia organização nesse sentido no município. Além disso, é partir desse tipo de movimento que as pessoas podem se interessar pelo tema e adotar hábitos mais saudáveis e conscientes.

Esses grupos são catalisadores do movimento, que tem muito a crescer na nossa cidade. A opção pela Sociedade Vegetariana Brasileira veio porque, assim como a SVB, eu acredito em um vegetarianismo prazeroso e acessível.

(Imagem: Reprodução/SVB Guarapuava)

SEGUNDA SEM CARNE

Conforme informações da SVB, a  campanha ‘Segunda Sem Carne’ se propõe a conscientizar as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal para alimentação têm sobre os animais, a sociedade, a saúde humana e o planeta. Dessa maneira, convidando-as a descobrir novos sabores ao substituir a proteína animal pela vegetal pelo menos uma vez por semana.

Existente em mais de 40 países, a campanha começou em outubro 2009 no Brasil. Atualmente, conta com o apoio de governos, personalidades e empresas. De acordo com a SVB, um dia sem carne causa o impacto de 14 quilos a menos de CO² na atmosfera, o que equivale a 100 quilômetros de um carro comum. E ainda, salva 3.400 litros de água, equivalentes a 26 banhos de 15 minutos.

(Foto: Reprodução/Pixabay)

DICAS

Além de ajudar o meio ambiente, diminuir o consumo de carne ou tornar-se vegetariano também traz benefícios para a saúde. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, uma alimentação baseada em vegetais favorece a prevenção de doenças crônicas. Desse modo, diminuindo o risco de diabetes, infarto, câncer do intestino grosso e outras doenças cardiovasculares. Entretanto, para muitos, diminuir a carne não é um processo fácil. Mas não é impossível.

De acordo com a Camila Ávila, nutricionista vegetariana, a dica para quem quer diminuir o consumo de carne é pensar que não existe alimentação perfeita.

Entender que a base da alimentação vegetariana está no consumo de vegetais, frutas, leguminosas, oleaginosas e cereais. Entender que não existe “a alimentação perfeita”, o importante é conhecer o seu organismo, perceber o que o seu corpo está te dizendo e fazer mudanças até que esse processo vire algo natural.

COMO PARTICIPAR

Conforme Júlia, para quem quiser mais informações sobre a Sociedade Vegetariana de Guarapuava e informações sobre o vegetarianismo, pode acessar o Instagram do grupo. “Para participar do núcleo da SVB basta entrar em contato conosco através das nossas redes sociais, do site ou diretamente comigo. Ficaremos muito felizes de ter mais pessoas conosco lutando por essa causa.”

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TRÂNSITO

Rua XV de Novembro é revitalizada com nova sinalização em Guarapuava

PERIGO IMINENTE

Morte de Lucas em acidente na PR-170 reforça urgência na obra de trevo

PANDEMIA DA COVID-19

Surg orienta sobre descarte de lixo contaminado por covid-19

Comentários