Unicentro promove encontros on-line para discutir saúde mental

O projeto ocorre toda segunda, com a participação de psicólogos e assistentes sociais. São 20 vagas por encontro e a participação é gratuita

Unicentro promove encontros on-line para discutir saúde mental (Foto: Coorc/Unicentro)

A Coordenadoria de Apoio ao Estudante da Unicentro está promovendo encontros on-line para falar da saúde mental dos estudantes de graduação e pós-graduação. Além disso, assuntos como evasão universitária dentro e fora da Unicentro. O projeto se chama ‘Permanecendo na Universidade’ e ocorre nas segundas, por tempo indeterminado. São 20 vagas por encontro e a participação é gratuita.

Conforme a coordenadora do projeto, professora Carla Blum Vestena, o objetivo é ouvir e apoiar estudantes que estejam sofrendo de algum tipo de problema desencadeado pela vida acadêmica. “O projeto Permanecendo na Universidade tem como objetivo apoiar os estudantes na tentativa de diminuir a evasão na universidade e o sofrimento psíquico em relação as demandas que cada um traz”.

De acordo com Carla, os próprios alunos podem sugerir os temas que serão trabalhados e discutidos nos encontros. “A importância está na questão de apoiar e auxiliar o universitário a superar os desafios da vida acadêmica e universitária. Nesse momento de pandemia, percebemos que esse projeto se torna ainda mais importante em função de tantas demandas que os universitários estão tendo que superar e resolver diariamente”.

OS ENCONTROS

Dessa maneira, a psicóloga Janaína Blanski acompanha os encontros e destaca que o grupo de apoio quer ajudar os estudantes a encararem a rotina universitária de forma mais leve. “Esse grupo visa fazer esse atendimento de uma forma mais leve, mais livre. Então, nós vamos fazer com alguns temas específicos em alguns encontros, outros nós estamos pensando em fazer rodas de conversa. Também o apoio psicopedagógico para questões que os acadêmicos estão sentindo em relação ao aprendizado, o que poderia de algum modo  auxiliá-los nisso. Muitas vezes, a dificuldade de aprendizagem acaba fazendo com que os acadêmicos saiam, não permaneçam na universidade”.

Além disso, o projeto conta ainda com uma equipe de residentes em psicologia e em assistência social, que também organizam acolhimentos e encaminhamentos de alunos que necessitam de uma atenção maior.

Nós vemos a importância de se trabalhar com uma equipe multiprofissional. Contando não só com a questão da psicologia, mas da assistência social. Porque muitas vezes as demandas dos alunos têm cunho psicológico. Mas também tem um cunho assistencial que necessita desse viés. Então, quando nós temos uma equipe capacitada, isso se torna algo mais efetivo, mais positivo e todos ganham com isso”

Mais informações sobre a atividade estão disponíveis pelo link.

Dúvidas podem ser enviadas pelo e-mail assistenciaestudantil@unicentro.br.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PIRACEMA

Inicia período de restrição à pesca de espécies nativas no Paraná

CONQUISTA

Sanepar é a segunda melhor empresa de saneamento do País

PROGRAME-SE

Shopping Cidade dos Lagos tem atrações diversificadas neste 'feriadão'

Comentários