Moradores protestam no local de acidente do menino Emanuel

Em Guarapuava, o protesto visou conscientizar os motoristas para que respeitem os limites de velocidade. Emanuel foi atropelado no bairro Boqueirão

Moradores protestam no local de acidente do menino Emanuel (Foto: Arquivo Pessoal)

*Reportagem com vídeo

Moradores protestaram por conta da morte de Emanuel neste domingo (1) em Guarapuava. Emanuel foi vítima de atropelamento no dia 14 de outubro no bairro Boqueirão. O menino andava de bicicleta quando um carro o atropelou.

Ele ficou 15 dias em coma na UTI Instituto Virmond – Hospital Santa Tereza e morreu nessa quarta (28). Além disso, de acordo com familiares e amigos, Emanuel tinha o sonho de ser bombeiro. Então, o Corpo de Bombeiros o homenageou. Ainda, família autorizou a doação de órgãos do menino que já foram destinados a nove crianças.

PROTESTO

O protesto ocorreu justamente na rua Eduardo Chaiá com a rua Salvador Scheneider, onde ocorreu o acidente. Além disso, quer conscientizar os motoristas para que diminuam a velocidade ao atravessar a via. Dessa maneira, não ultrapassando o limite de velocidade, que é de 40km.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Com cartazes e fogo, os participantes fizeram uma manifestação silenciosa. A Polícia Militar esteve no local. Entretanto, o protesto teve caráter pacífico.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Confira a seguir o vídeo do momento do protesto.

ACIDENTE

Conforme a Polícia Militar, o atropelamento ocorreu na rua Eduardo Chaiá, no bairro Boqueirão. No local do acidente, o motorista do carro Hyundai HB20 relatou aos policiais, que seguia no sentido Batel – Boqueirão. Além disso, o motorista informou que bateu transversalmente no menino, que estava andando com uma bicicleta Sundown Azul.

De acordo com a PM, a bicicleta e o carro ficaram danificados. Além disso, o menino recebeu socorro da equipe médica do Samu. Inicialmente, os médicos o encaminharam ao Hospital São Vicente. Em consulta ao sistema, a polícia não encontrou irregularidades nas documentações. Assim, liberou o carro e o motorista que estavam no local. Entretanto, a família de Emanuel alega que o motorista não deu assistência ao menino.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TRÂNSITO

Rua XV de Novembro é revitalizada com nova sinalização em Guarapuava

PERIGO IMINENTE

Morte de Lucas em acidente na PR-170 reforça urgência na obra de trevo

PANDEMIA DA COVID-19

Surg orienta sobre descarte de lixo contaminado por covid-19

Comentários