Junho deixa saldo de 124 casos confirmados e 2 mortes em Guarapuava

Além do avanço da covid-19 em Guarapuava, algumas cidades da Região também estão em alerta em razão do aumento de casos positivos

Junho registrou 124 casos de covid-19 em Guarapuava (Imagem: Reprodução)

Na semana em que o Estado do Paraná teve recorde nos registros de novos casos confirmados da covid-19, e novas medidas restritivas precisaram ser reforçadas, a Região de Guarapuava também viu os números da doença avançarem de forma significativa.

O mês de junho rendeu para a cidade 124 casos confirmados e duas mortes. Porém, 75 pacientes já foram confirmados como curados. Além disso, o primeiro dia do mês de julho registrou 18 novos casos. A primeira morte registrada foi do médico Clóvis Gorski em 9 de junho. No dia 16 de junho, morreu o primeiro paciente que testou positivo para doença em Guarapuava. Ele ficou 75 dias no hospital.

Dados coletados pela empresa In Loco, que mede o índice de isolamento por dados de celulares, apontaram que apesar do crescente número de casos confirmados, o índice de isolamento não teve alterações em Guarapuava.

REGIÃO

Entretanto, o aumento no número de casos não se limitou apenas a Guarapuava. Pinhão, Prudentópolis, Bituruna, Laranjeiras do Sul, Irati e Candói também viram os números acelerarem. Em Pinhão já foram 76 casos positivados para a doença. Outros 26 casos ainda estão sob investigação.

A cidade passou por um momento crítico, quando diversos funcionários de uma mesma empresa tiveram testes positivos. Um ato administrativo fechou a empresa por 14 dias. No dia 23 de junho, foi implantado na cidade um sistema on-line para consultas. O objetivo foi de agilizar o atendimento e evitar aglomerações nas unidades de saúde.

Já em Prudentópolis, 26 pacientes tiveram resultados positivos. A Secretaria de Saúde do município, confirmou que 17 pacientes já estão curados. Está em vigor em Prudentópolis desde o dia 17 de junho, toque de recolher. Somente no dia 21 de junho, sete pessoas foram confirmadas com a doença.

BITURUNA

Além disso, Bituruna foi uma das cidades que se adiantou nos cuidados com a covid-19, mesmo assim, não conseguiu ficar imune à doença. O toque de recolher, que ainda está em vigor, foi decretado antes mesmo da confirmação do primeiro caso da doença na cidade. No dia 23 de junho, havia cinco pacientes confirmados e todos estavam curados conforme a Fundação Municipal de Saúde.

Depois de 13 dias sem registrar novas confirmações, a Saúde voltou a notificar pacientes positivados. Desse modo, a Fundação Municipal de Saúde criou um sistema de monitoramento, depois de confirmar 19 casos em 10 dias. Atualmente, a cidade tem 24 casos positivos.

LARANJEIRAS DO SUL E IRATI

Em Laranjeiras do Sul, os últimos dados divulgados pela Secretaria de Saúde são de 25 de junho. Neste dia, a Saúde contabilizava 40 casos positivos na cidade. O primeiro caso confirmado na cidade foi em 15 de maio. O aumento no número de casos, foi atribuído a ampliação das testagens na cidade. Além disso, 29 pacientes já se curaram da doença.

Além disso, a Saúde de Irati, informou que na cidade já são 34 casos. Ainda de acordo com os dados da Secretaria, nove pacientes estão e isolamento domiciliar e 25 já se recuperaram.

CANDÓI

Por fim, em Candói, o último caso confirmado divulgado foi no dia 26 de junho. Desse modo, a cidade tem 15 registros de casos positivos. Porém 14 já estão curados. Outros oito pacientes seguem em isolamento e 22 estão sendo monitorados. A cidade conta ainda com 14 casos em análise.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COMIDA BOA

Cartão Comida Boa pode ser utilizado até a sexta (7)

LUTO

Adolescente atingido por disparo na cabeça morre após oito dias internado

COVID-19

Guarapuava confirmou dois casos de covid-19 neste domingo

Comentários